27 longas vencedores do Oscar de Melhor Filme que você precisa assistir

A 92º edição da renomada premiação de Hollywood acontece neste domingo, 9

Julia Harumi Morita Publicado em 08/02/2020, às 12h00

None
Rebecca, O silêncio dos Inocentes e Moonlight (Foto: Reprodução)

Desde 1929, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood seleciona e premia anualmente as melhores produções de destaque da indústria cinematográfica norte-americana. 

Em 91 edições, a premiação já entregou a estatueta de Melhor Filme para os mais diversos gêneros, desde fantasia e ação até dramas de época - um dos preferidos dos integrantes da Academia.

+++ LEIA MAIS: Keanu Reeves, Elton John, Billie Eilish e outros: veja as celebridades que vão apresentar o Oscar 2020

No Oscar 2020, os filmes selecionados para a categoria de melhor filme são: 1917 (Sam Mendes), Ford vs Ferrari(James Mangold),O Irlandês(Martin Scorsese), Jojo Rabbit (Taika Waititi), Coringa (Todd Phillips), História de um Casamento(Noah Baumbach), Era Uma Vez Em… Hollywood (Quentin Tarantino) e Parasita (Bong Joon-ho).

E antes descobrirmos os vencedores da próxima edição da cerimônia, que ocorre neste domingo, 9, separamos produções vencedoras da categoria principal que marcaram a história da premiação, ganharam grande destaque na mídia, foram bem avaliados pela crítica e se tornaram clássicos de Hollywood. Confira:

Green Book - O Guia (2019)

Estrelado por Mahershala Alie Viggo Mortensen, Green Book - O Guia narra a história de uma improvável amizade entre um elegante pianista e um motorista cheio de problemas de comportamento que viajam juntos durante uma das turnês do músico.

+++ LEIA MAIS: Somente 5 mulheres foram indicadas na categoria de melhor direção na história do Oscar; conheça


Moonlight - Sob a Luz do Luar (2017)

Moonlight - Sob a Luz do Luar foi o primeiro filme com temática LGBTQ+ a vencer a categoria de Melhor Filme no Oscar. Dirigido por Barry Jenkins e protagonizado por Alex R. Hibbert, Ashton Sanders e Trevante Rhodes, o longa acompanha três momentos diferentes da vida de Chiron, um jovem negro que descobre a homossexualidade ao mesmo tempo que enfrenta uma realidade caótica na comunidade em que vive.

+++ LEIA MAIS: Keanu Reeves, Elton John, Billie Eilish e outros: veja as celebridades que vão apresentar o Oscar 2020


Spotlight - Segredos Revelados (2016)


Com Michael Keaton, Mark Ruffalo e Rachel McAdams no elenco, Spotlight - Segredos Reveladosretrata a história real de um grupo de jornalistas determinados a denunciar os inúmeros casos de pedofilia cometidos por padres católicos.

+++ LEIA MAIS: 5 razões de por que a esnobada de Jennifer Lopez é ruim para o Oscar, segundo a Variety [LISTA]


Birdman (Ou a Inesperada Virtude Da Ignorância) (2015)

Birdmanfoi um personagem famoso interpretado pelo ator Riggan Thomson, que, atualmente, luta contra a decadência da própria carreira. Para recuperar a fama na indústria cinematográfica, o personagem decide se livrar das vozes imaginárias que o perseguem e produzir uma adaptação da Broadway.

+++ LEIA MAIS: Dilma Rousseff é a primeira brasileira a participar de dois filmes indicados ao Oscar no mesmo ano?


12 Anos de Escravidão (2014)

Em 12 Anos de Escravidão, Steve McQueen conta a história de Solomon Northup, um escravo recém liberto que cai em uma armadilha e é sequestrado para ser vendido. Solomon passa doze anos aprisionado e faz de tudo para poder sobreviver aos maus-tratos dos senhores de engenho.

+++ LEIA MAIS: 6 diretoras que poderiam ser indicadas ao Oscar 2020 - mas foram ignoradas


O Discurso do Rei (2011)

Colin Firth dá vida a George VI, o rei inglês que possui gagueira desde criança e não consegue cumprir com as funções públicas dele. Então, a rainha Elizabeth , interpretada por Helena Bonham Carter, decide levar o marido até o terapeuta Lionel Logue, que ajuda George ganhar autoconfiança necessária para liderar a nação inglesa.

+++ LEIA MAIS: Holocausto, Marvel, DC e escravidão: 7 HQs que dariam filmes dignos de Oscar [LISTA]


Quem Quer Ser Um Milionário? (2008)

Estrelado por Dev Patel, Quem Quer Ser Um Milionário? retrata a trajetória de um jovem que supera os traumas do passado e decide se inscrever em um programa de televisão para tentar se tornar um milionário. Sem grandes expectativas, o protagonista participa do jogo e percebe que as respostas para as perguntas estão nas memórias de infância.

+++ LEIA MAIS: O que é verdade e o que é ficção no filme 1917, indicado ao Oscar? [LISTA]


Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (2003)

O último filme da trilogia de Senhor dos Anéis encerra a história de Frodo e os seres da terra média contra o fiel servo de Morgoth, Sauron. O filme de Peter Jackson foi o favorito da edição e conquistou 11 estatuetas, entre elas a de Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Canção Original.

+++ LEIA MAIS: Quais são as chances de Coringa ganhar o Oscar de Melhor Filme? E Joaquin Phoenix de Melhor Ator? [ANÁLISE]


Chicago (2002)

Catherine Zeta-Jones e Renée Zellweger interpretam duas artistas que sonham com o estrelato, mas são obrigadas a cumprir pena por terem assassinado os antigos companheiros. Enquanto estão na prisão, as duas personagens disputam a atenção dos tablóides com mentiras e escândalos para conquistar o  público.

+++ LEIA MAIS: Cinemas dos EUA ‘boicotam’ filmes da Netflix indicados ao Oscar 2020; entenda


A Beautiful Mind (2001) 

Baseado na história de vida de John Nash, Uma Mente Brilhanteretrata a ascensão e o declínio do autor da Teoria dos Jogos e vencedor do Nobel, em 1994. O gênio matemático enfrentou a esquizofrenia durante anos e até chegou a renunciar ao posto no MIT - Instituto de Tecnologia de Massachusetts por causa doença.

+++ LEIA MAIS: Os maiores esnobados do Oscar 2020: Rocketman, Jennifer Lopez, Adam Sandler e mais [LISTA]


Beleza Americana (1999)

Dirigido pelo concorrente do Oscar 2020, Sam Mendes, Beleza Americana conta a história de Lester Burham, um homem que decide deixar a vida pacata ao lado da esposa e da filha após se apaixonar pela beleza da jovem Angela Hayes.

+++ LEIA MAIS: Todas as indicações do Brasil ao Oscar (e nenhuma vitória): Central do Brasil, Democracia em Vertigem e mais


Shakespeare in Love (1998)


O célebre dramaturgo inglês, William Shakespeare, encontra a inspiração para escrever por meio de um romance com a jovem Viola De Lesseps. Juntos, o casal burla a lei para realizar o sonho de atriz da jovem, a qual se disfarça de homem para poder atuar. Contudo, o relacionamento dos dois é ameaçado pelo casamento arranjado entre Viola e o Lorde Wessex.

+++ LEIA MAIS: Depois de críticas severas, Cats é retirado da campanha para o Oscar e outras premiações; entenda


Titanic (1997)

O clássico do cinema protagonizado por  Leonardo DiCaprio e Kate Winslet conta a história de amor de Rose Dewitt Bukater e Jack Dawson. O casal se conhece e vive um romance proibido a bordo do Titanic, o lendário navio que afunda após bater em um iceberg, em 1912.

+++ LEIA MAIS: Oscar LGBTQ+: 9 filmes que ajudaram a promover a diversidade sexual na cerimônia


Forrest Gump (1994)


Interpretado por Tom Hanks, Forrest Gump - O Contador de Histórias relembra os momentos mais marcantes da vida dele, que incluem a guerra no Vietnã e o caso de Watergate, sentado em uma parada de ônibus. O personagem conta a história dele para diversos estranhos e confessa ainda ter esperança em um antigo amor de infância perdido.

+++ LEIA MAIS: Mudar as regras do Oscar para banir filmes da Netflix é contra a lei, diz justiça


A lista de Schindler (1993)

Dirigido por Steven Spielberg e estrelado por Liam Neeson, A Lista de Schindlerconta a história de um simpatizante do regime nazista que se vira contra o regime e decide usar a influência social dele para salvar o maior número possível de judeus dos campos de concentração.

+++ LEIA MAIS: Por que o Oscar não tem mais apresentador pelo 2º ano consecutivo?


O Silêncio dos Inocentes (1991)

Concorrente da categoria Melhor Ator Coadjuvante no Oscar 2020, Anthony Hopkins dá vida ao lendário Dr. Hannibal Lecter, o serial killer canibal que, curiosamente, decide ajudar uma agente do FBI a entender a mente de um psicopata e encontrar um assassino procurado pelas autoridades.

+++ LEIA MAIS: Democracia em Vertigem, filme sobre impeachment de Dilma, coloca Brasil no Oscar depois de três anos


O Último Imperador (1987)

O último imperador da China, Pu Yi, assume o comando da nação apenas aos três anos de idade. Entre os anos de 1908 e 1950, o líder cresce isolado na Cidade Proibida e se torna um jovem mimado com um papel político de extrema importância. Após ser deposto pelo governo revolucionário, Pu Yi se vê derrotado ao ser sequestrado pelo governo soviético.

+++ LEIA MAIS: Com 11 indicações, Coringa já é o filme de HQs mais celebrado da história do Oscar; veja


Amadeus (1984)

O filme estrelado por Tom Hulce retrata a rivalidade fatal entre os músicos Wolfgang Amadeus Mozart e Antonio Salieri, que resulta em consequências trágicas para os dois artistas.

+++ LEIA MAIS: Antes de ser uma trilogia com 17 Oscars, O Senhor dos Anéis foi desenho animado sombrio e bizarro


Gandhi (1982)

O longa-metragem de Richard Attenborough homenageia a trajetória do símbolo anticolonialista Mahatma Gandhi, que conquistou inúmeros seguidores por meio dos protestos pacíficos contra o governo britânico autoritário na Índia, no início do século XX. 

+++ LEIA MAIS: Martin Scorsese não recomenda assistir ao filme O Irlandês pelo celular: "Um iPad, talvez"


Noivo Neurótico, Noiva Nervosa (1977)

O clássico da carreira de Woody Allen, Noivo Neurótico, Noiva Nervosaconta a história de Alvy, um comediante judeu que inicia um relacionamento com Annie Hall após 15 anos de terapia. Contudo, o casal enfrenta inúmeras brigas depois que decidem morar juntos.

+++ LEIA MAIS: Lupita Nyong'o fala sobre colorismo e padrões de beleza eurocêntricos na televisão


Rocky (1976)

No clássico do anos 1970, Sylvester Stallone dá vida a Rocky Balboa, um lutador fracassado que consegue uma única oportunidade de enfrentar o campeão mundial dos pesos-pesado, Apollo Creed, e se consagrar como boxeador. 

+++ LEIA MAIS: Lady Gaga revela que sentiu dor ao olhar para Oscar de "Shallow"


O Poderoso Chefão (1972)

A obra de Francis Ford Coppola conta a história de Don Corleone, um mafioso que se vê encarregado de tirar um grupo de traficantes de Nova York. Após receber ameaças e sofrer atentados, Corleone conta com o filho Michael, interpretado por Al Pacino, para proteger o legado da família. 

+++ LEIA MAIS: Robert Downey Jr não quis ser indicado pela Marvel ao Oscar por Vingadores: Ultimato


A Noviça Rebelde (1965)

Julie Andrews dá vida a uma freira sem vocação nenhuma para seguir as rígidas regras do convento. A personagem é encaminhada para trabalhar como cuidadora dos sete filhos do capitão Von Trapp e enfrenta inúmeros problemas ao tentar levar músicas e brincadeiras para a silenciosa casa, que ainda guarda os traumas da morte da mãe das crianças.

+++ LEIA MAIS: Vencedor do Oscar, Eddie Redmayne gostaria de interpretar um vilão do Batman


Hamlet (1948)

Dirigido e estrelado por Laurence Olivier, o clássico de Hollywood adapta a icônica peça de William Shakespeare, Hamlet. Na narrativa, o protagonista planeja vingar a morte do pai após descobrir que ele foi morto pelo tio Cláudio, que se casa com a mãe do jovem e assume o trono. 

+++ LEIA MAIS: Editor de Bohemian Rhapsody ganhou o Oscar, mas tem vergonha de uma cena


Casablanca (1942)

 

Rick Blaine encontra um refúgio na cidade de Casablanca, conhecida por fazer parte da rota dos fugitivos do regime nazista. Durante a rotina de comandar uma casa noturna e ajudar os foragidos entrarem ilegalmente nos Estados Unidos, Blaine encontra um antigo amor do passado e decide largar tudo para fugir ao lado dele. 

+++ LEIA MAIS: Steven Spielberg não quer ver filmes feitos para streaming no Oscar, e Netflix responde


Rebecca (1940)

Alfred Hitchcock foi o grande vencedor do Oscar com o filme Rebecca, em 1940. Ao contar a história de uma empregada doméstica obcecada pela falecida patroa, o diretor apresenta o primeiro filme com temáticas LGBTQ+ no Oscar - mesmo que tenha sido de forma sutil e extremamente discreta

+++ LEIA MAIS: Kevin Hart fala novamente sobre a polêmica do Oscar


Asas (1927)

Dirigido por William A. Wellman e Harry d'Abbadie d'Arrast, Asas foi o primeiro filme a vencer o prêmio de Melhor Filme da Academia. A produção estrelada por Clara Bow, Charles Rogers e Richard Arlen conta a história de dois homens apaixonados pela mesma mulher que são convocados juntos para servirem com pilotos durante a Primeira Guerra Mundial.

+++ LEIA MAIS: Bill Cosby e Roman Polanski são expulsos da Academia que realiza o Oscar


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL