3 motivos para assistir (e 3 para não assistir) O Informante na Netflix [LISTA]

A produção foi lançada em 2019, mas ficou disponível no catálogo do streaming em 29 de abril

Camilla Millan Publicado em 10/05/2021, às 20h43

None
O Informante (Foto: Divulgação)

Em 29 de abril O Informante chegou à Netflix. O drama policial estreou em 2019 e conta a história de Pete Koslow (Joel Kinnaman), um ex-detento que começa a trabalhar infiltrado para o FBI com o objetivo de descobrir informações sobre o traficante “O General” (Eugene Lipinski).

Com direção de Andrea Di Stefano, o filme aborda conhecidas questões sobre a figura do “espião duplo” e de traição. Apesar de temas familiares, a produção consegue entregar ao espectador uma narrativa envolvente e muita ação.

+++LEIA MAIS: 4 motivos para assistir Os Filhos de Sam, nova série de true crime da Netflix [LISTA]

Confira 3 motivos para assistir (e 3 para não assistir) O Informante, drama policial disponível na Netflix:

Não assistir: Clichês

Um informante que se envolve em uma grande confusão quando está em serviço e é traído pelos chefes para os quais trabalha. Certamente não é a primeira vez dessa história nas telonas - e nem será a última.

+++LEIA MAIS: 3 motivos para assistir (e 3 para não assistir) Cena do Crime: Mistério e Morte no Hotel Cecil [LISTA]

A ideia de um informante traído que precisa, contra todas as forças, superar os obstáculos é o centro de O Informante. Esse papel de salvador não é novo - e o filme sabe muito bem dos clichês que o cerca.


Assistir: Envolvente

Mesmo com clichês, o filme não é cansativo. Principalmente na segunda metade, a produção consegue engatar em um ritmo empolgante que, apesar de deixar algumas pontas soltas, mantém o espectador entretido.

+++LEIA MAIS: 5 motivos para assistir A Mulher na Janela, nova produção de suspense da Netflix [LISTA]

As cenas de luta, por exemplo, são muito bem coreografadas e intensas. Assim, o diretor e o astro Joel Kinnaman fazem um bom papel de elevar a energia das cenas ao máximo em alguns casos.


Não assistir: Furos

Uma das características que mais decepcionam em O Informante é a falda de aprofundamento dos personagens. Mesmo o principal Pete Koslow (Joel Kinnaman) tem histórias contadas pela metade - o que não é diferente com os outros participantes da narrativa.

+++ LEIA MAIS: 5 séries da Netflix que inspiraram tendências pop: Fantasias, interesse por esportes e mais

Além disso, alguns fatos não são explicados completamente, restando ao espectador a imaginação para entender como a narrativa se desenvolveu.


Assistir: Narrativa instigante

Apesar de furos e da familiaridade de algumas situações, a narrativa tem um ritmo interessante, principalmente na segunda metade do filme. Com cenas de ação estratégicas, o filme mostra que consegue captar a atenção do espectador.

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: 4 motivos para assistir Dois Estranhos, indicado a Melhor Curta-Metragem [LISTA]

Dessa forma, o filme estabelece uma crescente nos acontecimentos e cria expectativa para o desfecho da história.


Não assistir: Atrizes importantes deixadas de lado

Apesar de focar em Pete Koslow (Joel Kinnaman), o filme tem outros artistas impressionantes. Rosamund Pike, de Eu Me Importo, e Ana de Armas, de Bata Antes de Entrar, são algumas das grandes atrizes do filme - mas são deixadas de lado.

+++LEIA MAIS: 3 motivos para assistir Eu Me Importo, novo filme de Rosamund Pike na Netflix


Assistir: Personalidade

Mesmo com falhas de roteiro, a produção confia na própria história - e com isso, não se prende a uma narrativa monótona. Com direção de Andrea Di Stefano, O Informante consegue explorar a autenticidade, mesmo em um cenário já conhecido pelas produções de Hollywood.


+++ MV BILL: 'A GENTE TEM A PIOR POLÍTICA DE GOVERNO PARA O PIOR MOMENTO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL