As 3 vezes que Jake Peralta foi um ótimo detetive em Brooklyn Nine-Nine (e 3 em que pôs tudo a perder)

Por mais que seja uma pessoa inteligente, atitudes infantis do personagem comprometem alguns casos

Redação Publicado em 05/03/2020, às 11h40

None
Andy Samberg como Jake Peralta (Foto: Reprodução)

Todo mundo que assiste a Brooklyn Nine-Nine sabe que o Jake Peralta, interpretado por Andy Samberg, é um dos melhores detetives do 99º precinto da polícia de Nova York. Porém, Peralta é uma pessoa infantil, e as atitudes desse tipo acabam prejudicando alguns casos.

Por isso, veja abaixo 3 vezes em que Jake Peralta foi um detetive perfeito e outras 3 vezes que ele foi um péssimo exemplo.

+++LEIA MAIS: 3 aliens de Star Wars que seriam bebês fofíssimos - quem precisa do Baby Yoda?

Agiu bem: Questionou uma prisão

Depois de ficar dois anos preso por causa de um crime que não cometeu, Jake quer se provar a todos novamente quando fica responsável por solucionar um caso de roubo de mercadoria.

Peralta então prende o suspeito, que se diz inocente. O personagem entra em um dilema e fica com medo de ter prendido a pessoa errada. Ele então libera o suspeito, que era realmente o culpado. No entanto, isso mostrou que o detetive percebeu que o mundo não é preto e branco.  


Deu mancada: Deixou ciúmes atrapalhar uma investigação

Quando a Amy Santiago, então namorada de Jake, está prestes a virar sargento na polícia, o detetive propõe que os dois resolvam um último caso juntos. O crime que eles precisam resolver é uma série de crimes de incêndio relacionados a um famoso criador de Quebra-Cabeças.

A partir daí, Jake chama esse criador para ajudar no caso, visto que a Amy idolatra ele. Só que esse homem e muito bonito e isso faz o detetive ficar inseguro e com ciúmes, e desviar todo o rumo da investigação.


Agiu bem: Prendeu o filho do comissário da polícia por vandalismo

Quando surgem pichações de desenhos obscenos em viaturas de polícia, Jake precisa ir atrás da pessoa responsável por esses atos.

Após um período de investigação, Peralta descobre que quem faz isso é o filho do comissário da polícia de Nova York. Se um policial qualquer descobrisse isso, provavlemente não faria nada com o garoto por ter medo do que pudesse acontecer com a carreira dele.

No entanto, Jake foi íntegro e prendeu o garoto por vandalismo.


Deu mancada: Fez promessa para Rosa e não cumpriu 

Para contextualizar, quando Jake Peralta e Rosa Diaz trabalharam juntos na academia de polícia, eles apostavam 1000 flexões para mostrar certeza de algo. Isso funcionava como um código para eles confiarem um ao outro.

e em um determinado episódio, no qual trabalham juntos em um caso, em busca do Bandido do Pontiac, e Jake encontra-se perto de prender o criminoso e vê que Rosa usou o famoso “1000 flexões”, pois ela encontrou um outro criminoso, quem ela estava atrás por muito tempo.

Porém, o detetive não dá ouvidos e prende o Bandido do Pontiac errado e o criminoso que Rosa quase estava atrás consegue fugir.


Agiu bem: Ajudou Terry a resolver um caso antigo

O sargento Terry Jeffords teve um trauma grande trauma ao longo da carreira policial dele, um caso que ele nunca conseguiu resolver quando trabalhava em outra delegacia. E por isso, Terry sofria bullying dos antigos colegas de trabalho dele pelo fracasso.

Então Jake se solidariza e, junto com o sargento, resolve o crime, graças ao entusiasmo dele em sapatos.


Deu mancada: Foi pego de refém pelo Doug Judy

Lembra do Bandido do Pontiac? Pois bem, é ele. Enfim, em um episódio, DougJudy, de repente, faz vários reféns em um banco, para roubá-lo junto com outros criminosos com o intuito de entrar em contato com Jake.

Ao contatar o detetive, o Bandido do Pontiac pediu ajuda para Jake por estar em apuros. O policial acredita nas mentiras de Judy e acaba manipulado por ele. O criminoso então escapa impune, assim como os outros envolvidos no roubo ao banco.


+++ KAROL CONKA NO DESAFIO 'MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO'