4 elementos em A Noiva Cadáver que nenhuma criança percebeu - ainda bem [LISTA]

A animação em stop motion de Tim Burton carrega sutilezas macabras que vão muito além da atmosfera gótica

Redação Publicado em 27/08/2020, às 14h52

None
A Noiva Cadáver (Foto: Reprodução)

Assim como é o caso de muitas animações voltadas para o público infantil, A Noiva Cadáver apresenta uma notável camada de entendimento que se mostra aparente dependendo da idade do espectador.

+++LEIA MAIS: Como Jack Nicholson convenceu Tim Burton a ser fiel ao Coringa das HQs em Batman?

Com isso em mente, escolhemos 4 dos 11 aspectos do filme selecionados pelo site Looper, que são apenas compreensíveis quando você já é um adulto, seja revisitando esse filme que marcou milhares de infâncias, ou assistindo esse clássico do Tim Burton pela primeira vez.

Envenenamento e Hamlet

Em um dado momento perto do fim do filme, o vilão Lorde Barkis Bittern faz um brinde e dá um gole da bebida envenenada que deveria, na verdade, ser ingerida pelo protagonista Victor, com o objetivo de levá-lo ao mundo dos mortos, onde ele poderia viver com a amada Emily.

Essa troca remete à famosa confusão que acontece no Ato V da peça Hamlet, escrita por William Shakespear, envolvendo Claudius, Gertrude e o personagem titular. 


Referências a filmes antigos de terror

Clássicos fazem referências a clássicos, que por sua vez serão referenciados por clássicos futuros. E assim a roda de easter eggs de Hollywood segue.

+++LEIA MAIS: Para Tim Burton, Johnny Depp nunca mais foi o mesmo depois do término com Winona Ryder

Com A Noive Cadáver não podia ser diferente. Tim Burton encaixou nessa narrativa sombria referências a filmes que marcaram o gênero do terror, como Nosferatu (1922), do diretor F. W. Murnau, e Os Pássaros (1963), de Alfred Hitchcock.


A motivação do vilão

Talvez não seja muito difícil de entender o grande objetivo de Lorde Barkin Bittern, mas com certeza quem assistiu ao filme quando criança não se deu conta de como a motivação do vilão é sinistra, gananciosa e psicótica.

O plano dele envolve se casar com uma mulher rica e em seguida matá-la, para ficar com a fortuna dela, exatamente como fez com Emily (personagem que dá nome ao longa). Lembrando que Barkin não pretende fazer isso apenas uma vez, mas o máximo que conseguir para aumentar a fortuna que tem.


A recorrência de corvos e o tema de assassinato

Burton é um diretor que aperfeçoou ao longo da carreira a criação de atmosferas macabras, sinistras e até assustadoramente cômicas.

+++LEIA MAIS: Curta de Tim Burton feito em 1982 mostra visão macabra do cineasta antes da estreia nos cinemas; assista

Mas a recorrência de bandos de corvos voando pelos cenários de A Noiva Cadáver não funcionam apenas como elemento gótico, mas também como um trocadilho que reflete constantemente as motivações do Lorde Barkin Bittern, mencionadas acima.

Em inglês, o coletivo de corvos é "murder", que traduz em portugês diretamente para "assassinato".


+++ XAMÃ: MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO, DE NIRVANA A TUPAC