4 fatos que só os maiores fãs de Harry Potter sabem sobre Gilderoy Lockhart [LISTA]

Alguns detalhes sobre o professor narcisista de Hogwarts ficaram de fora dos filmes

Redação Publicado em 20/10/2020, às 10h24

None
Harry Potter e Gilderoy Lockhart (Foto: Reprodução / Youtube)

Após Tom Riddle ter sido rejeitado para a vaga de professor de Defesa Contra as Artes das Trevas em Hogwarts, o jovem amaldiçoou o posto para que nenhum outro bruxo conseguisse passar mais de um ano no cargo. (Via Screen Rant)

Mesmo depois de Riddleter se tornado Voldemorte ter criado um plano maquiavélico ainda maior, a maldição não foi desfeita na Escola de Magia e Bruxaria - o feitiço só foi desfeito com a morte do Lorde das Trevas

+++ LEIA MAIS: Reunião do elenco de Harry Potter em breve? Tom Felton responde

Por isso, os anos letivos de Harry Potter foram marcados por inúmeros professores de Defesa Contra as Artes das Trevas. E, por algum motivo, o cargo sempre foi ocupado pelos bruxos mais excêntricos do mundo mágico. 

Um deles foi o narcisista Gilderoy Lockhart, que não chegou a tentar matar Harry, como Quirinus Quirrell, mas, definitivamente, era um péssimo professor. Nos filmes, descobrimos que o célebre autor é uma uma grande farsa. 

Mas nos livros, é possível conhecer mais sobre as aulas inúteis e as obsessões do bruxo. O site Screen Rant listou diversas curiosidades sobre o personagem e a Rolling Stone Brasil reuniu os fatos mais interessantes sobre o professor de Hogwarts. Confira:

Gilderoy passava lições sobre… ele mesmo 

Gilderoy era uma fraude, então não tinha nenhum conhecimento acadêmico sobre magia para transmitir para os alunos. Além disso, ele era um verdadeiro narcisista. Então, o bruxo simplesmente passava lições de casa sobre si mesmo. 

Em a Câmara Secreta, o professor pede para os alunos escreverem um poema sobre as conquistas dele e ainda promete um exemplar da autobiografia dele para o autor da melhor poesia. 

+++ LEIA MAIS: Os 5 piores traços de Luna Lovegood, de Harry Potter [LISTA]


Alguns funcionários de Hogwarts odiavam Gilderoy

O comportamento de Gilderoy não agradava nada alguns funcionários de Hogwarts. Segundo o Screen Rant, Hagrid e a professora de herbologia Pomona Sprout deixaram bem claro que não gostavam da atitude do famoso bruxo nos livros.

+++ LEIA MAIS: 4 fatos sobre Rony que só quem leu Harry Potter sabe


Harry também detestava o professor 

Apesar dos filmes não retratarem com profundidade as impressões de Harry sobre Gilderoy, os livros fazem isso muito bem. O estudante sempre evitava ter contato com o professor, que insistia em uma amizade - na verdade, o bruxo queria mesmo era aproveitar a popularidade de Harry no mundo mágico.

Gilderoy não tinha limites e chegava a provocar detenções somente para poder passar um tempo com Harry e poder dar lições sobre a fama. Em certo momento, o aluno até pede para professora McGonagall castigá-lo junto com o ranzinza zelador Argus Filch ao invés do professor de Defesa Contra as Artes das Trevas.

+++ LEIA MAIS: O que Tom Felton fez após viver Draco Malfoy em Harry Potter?


Gilderoy entregou o livro de Poção Polissuco para Harry 

Desatento, convencido e fissurado com a fama, Gilderoy não pensou duas vezes em dar um autógrafo para Harry. O que ele provavelmente não percebeu é que o papel assinado era uma autorização para o estudante retirar um livro da seção proibida da biblioteca de Hogwarts

Com este livro, Harry, Ronye Hermione conseguiram fazer a poção polissuco que levaria os alunos disfarçados para a sala comunal da Sonserina. 

+++ LEIA MAIS: Quais seriam os títulos dos livros de Harry Potter pela perspectiva de Draco Malfoy?


+++ XAMÃ: ‘SE VOCÊ NÃO SENTE NADA COM UMA MÚSICA, É PORQUE TEM ALGUMA COISA ERRADA' | ROLLING STONE BRASIL