4 filmes feministas e inspiradores baseados em fatos reais [LISTA]

No Dia da Mulher, confira produções dedicadas à história do feminismo

Julia Harumi Morita | @the_harumi Publicado em 08/03/2021, às 16h12

None
Estrelas Além do Tempo e As Vidas de Gloria (Fotos: Reprodução via IMDb)

No dia 8 de março, o mundo comemora o Dia da Mulher e celebra as conquistas feitas pelas mulheres ao longo da história - as quais, convenhamos, deveriam ser lembradas  todos os outros dias do ano também.

Nos últimos anos, personagens, fatos e eventos históricos se tornaram tema de produções cinematográficas incríveis, as quais foram reconhecidas em grandes premiações de Hollywood.

+++ LEIA MAIS: Apesar do drama adolescente exagerado, Moxie: Quando as Garotas Vão à Luta é uma urgência feminista [REVIEW]

Em homenagem à data comemorativa, a Rolling Stone Brasil listou quatro filmes feministas baseados em fatos reais para você assistir e se inspirar. Confira: 


As Sufragistas (2015)

Inspirado no movimento sufragista do final do século XIX, o qual teve como palco a Inglaterra, As Sufragistasacompanha Maud Watts (Carey Mulligan), funcionária de uma lavanderia, que se envolve com a causa feminista e decide lutar pela igualdade, mesmo que tenha que sofrer consequências dolorosas.


Estrelas Além do Tempo (2016) 

"Baseado em uma história real não contada", anuncia o trailer de Estrelas Além do Tempo. dirigido por Ted Melfi, o longa-metragem conta a história de Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monae), três mulheres negras responsáveis pelo lançamento do astronauta John Glenn, que mudou a história da corrida espacial.

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

+++ LEIA MAIS: 8 importantes vozes femininas na história da música brasileira: de Elza Soares a Cássia Eller

Suprema (2018) 

Dirigido por Mimi Leder, Suprema conta a história de vida de Ruth Bader Ginsburg (Felicity Jones) durante os anos de estudo de direito em Harvard, a batalha para conseguir um emprego em um mercado comandado por homens, e a luta histórica contra as leis que discriminam as mulheres. 

Ruth se tornou um símbolo da luta pelos direitos das mulheres e foi a segunda mulher indicada à mais alta Corte dos Estados Unidos, segundo a BBC Brasil


As Vidas de Glória (2020)

Alicia Vikander, Julianne Moore, Ryan Kiera Armstrong e Lulu Wilson interpretaram Gloria Steinem, a jornalista e ativista norte-americana que se tornou um símbolo do feminismo nas décadas de 1960 e 1970.


+++ HAIKAISS: 'O TRAP TAMBÉM PASSA UMA MENSAGEM CONSCIENTE' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL