4 razões para assistir a Hunters, série de Al Pacino caçando nazistas da Amazon Prime Video

A nova produção da Amazon estreou no dia 21 de fevereiro e recebeu críticas controvérsias

Redação Publicado em 27/02/2020, às 15h37

None
Al Pacino em cena de Hunters, nova série da Amazon (Foto: Reprodução / YouTube)

Estrelada por Al Pacino, Huntersé a nova série da Amazon que acompanha um grupo de caçadores de nazistas em Nova York, em 1977. Na narrativa, eles descobrem que existem vários nazistas conspirando para criar um Quarto Reich nos Estados Unidos, com isso, iniciam uma jornada cheia de sangue para interromper o plano genocida. 

+++LEIA MAIS: Review: Jojo Rabbit: uma comédia sobre Hitler e o Holocausto - mas com sentimentos

Criada por David Weil, e produzida por Jordan Peele, a série recebeu opiniões controvérsias da crítica e no Rotten Tomatoes conquistou 65% de aprovação. Tendo isso em vista, o Screen Rant separou 4 razões para assistir a nova série que está disponível no serviço de streaming, Amazon Prime:

+++ LEIA MAIS: Protagonista de Jojo Rabbit diz que chutar o saco de Hitler 'foi incrível'


Primeira série estrelada por Al Pacino - e bom elenco 

Al Pacino, Logan Lerman, Josh Radnor e Carol Kane estão na narrativa e conseguem ser caçadores da melhor forma possível. Radnor aparece de uma maneira que nunca vimos antes, enquanto Kane investe no humor e se mostra uma personagem sensível e o "coração" do programa. O astro, Al Pacino, que se arrisca pela primeira vez em um seriado faz um ótimo começo. 

+++ LEIA MAIS: Al Pacino revela estrelar em filmes ruins para que eles "fiquem melhores"


Mindy e Murray

O casal judeu Mindy e Murray são amorosos, assombrados e histéricos - tudo ao mesmo tempo, e na mesma medida. Naturalmente, ao longo da série, você aprecia os dilemas psicológicos e a fé com que lutam. Às vezes, o programa pode apresentá-los como uma caricatura, mas eles parecem muito reais. 


Humor ácido e tom sombrio 

Além das referências à cultura pop, e as homenagens ao cinema brutal de Quentin Tarantino, Hunters consegue navegar em um assunto delicado com uma energia e cuidado de forma magistral - e com um humor ácido. 


Conexões históricas 

A série é composta por bastante ficção, mas toca em alguns momentos e pessoas que realmente existiram na Segunda Guerra Mundial. E isso vai desde uma visita ao escritório de Simon Wiesenthal até a introdução do diretor da NASA, Wernher von Braun, e a investigação sobre a Operação Paperclip. 

Hunters não soa como um documentário que ensina um público, mas direciona os espectadores a se aprofundarem em alguns eventos e grupos históricos que foram reais e inspiraram a trama. Ou seja, se a série leva várias pessoas a darem uma pesquisa no Google, já é um sucesso por si só.


+++ TITÃS CELEBRA O ACÚSTICO, MAS SE MANTÉM ELÉTRICO - E É ATRAÇÃO DA MUSIC & RUN