4 séries que você deveria assistir se amou Fleabag, queridinha de Barack Obama

A obra criada por Phoebe Waller-Bridge foi uma das produções mais comentadas e aclamadas recentemente

Redação Publicado em 03/04/2020, às 16h45

None
Phoebe Waller-Bridge em cena de Fleabag (Foto: Reprodução / Amazon Prime)

Fleabag foi uma das séries mais comentadas e aclamadas recentemente. Além de ganhar quatro Emmys e dois Globos de Ouro, a produção também ganhou fama depois de Barack Obama escolher ela como uma das melhores séries de 2019. 

Com uma pegada de dramática e humor ácido, Fleabag acompanha a protagonista jovem que enfrenta os dilemas pessoais desde o luto da melhor amiga até um romance proibido com um padre (o famoso Hot Priest).

+++ LEIA MAIS: 6 razões para assistir a Fleabag, vencedora do Emmy e Globo de Ouro

Apesar da produção ter terminado na 2ª temporada - e o público já estar com saudades - há outras produções com a mesma qualidade e potencial da obra criada por Phoebe Waller-Bridge.

Por isso, o ScreenRant separou algumas séries incríveis para quem amou Fleabag. Confira a lista selecionada:


Killing Eve

Waller-Bridge assina a aclamada série de espionagem Killing Eve, protagonizada por Sandra Oh (Grey's Anatomy) e Jodie Comer (Doctor Foster). A produção narra a investigação de Eve Polastri (Oh) em busca da assassina Villanelle (Comer). Contudo, ao longo dos episódios, as duas personagens acabam criando uma relação inesperada de obsessão.

+++ LEIA MAIS: Killing Eve antecipa estreia três semanas antes do previsto para ‘aliviar’ quarentena


Broad City

Em Nova York, duas amigas de 20 e poucos anos tentam balancear a amizade nas vidas agitadas. Realista e engraçada, o público consegue se ver nas protagonistas e nos medos, e aventuras delas.

+++ LEIA MAIS: Criadora de Fleabag vai leiloar terno usado no Globo de Ouro para ajudar vítimas dos incêndios na Austrália


Bojak Horseman

O protagonista é um cavalo com características humanas. Mesmo ele não sendo um dos personagens mais carismáticos, o público consegue se relacionar com ele. BoJack fala o que pensamos - e nos momentos mais inoportunos. No entanto, a construção do personagem não é feita de forma escrachada. Conseguimos rir, mas há momentos para muitas reflexões.

Com uma certa delicadeza, a série aborda temas como depressão, traumas e luto. Somos colocados para dentro da tela, como se tivéssemos acabado de sair de uma sessão de divã.

+++ LEIA MAIS: BoJack Horseman, Big Mouth e mais: 6 séries de animação adulta na Netflix [LISTA]


Crashing

Ambientada em um hospital abandonado, a história pontua um triângulo amoroso e jornadas individuais de outros personagens. A comédia, também de Waller-Bridge, rendeu uma indicação a revelação em produção de roteiro para o BAFTA em 2016. 

+++ LEIA MAIS: Phoebe Waller-Bridge, de Fleabag, explica como mudou o roteiro de 007: Sem Tempo Para Morrer


+++ TRAVIS SCOTT: O HYPE EM TORNO DELE REALMENTE FAZ SENTIDO?