5 clássicos do terror com sets assombrados; O Exorcista, Poltergeist e mais [LISTA]

Sets incendiados, atores machucados, mortes misteriosas e assombrações envolvem os bastidores de alguns clássicos do terror

Itaici Brunetti Publicado em 04/05/2021, às 16h59 - Atualizado às 17h34

None
O Exorcista [Foto: reprodução/vídeo]

Por trás de um clássico do terror, há sempre curiosidades macabras - e até mórbidas. Os bastidores de alguns dos maiores filmes do gênero são repletos de situações sinistras que fazem até mesmo o mais descrente em paranormalidade duvidar.  

Por isso, listamos cinco dos mais assustadores filmes de todos os tempos que, sem fugir à regra, carregam mistérios nunca descobertos em seus sets de filmagens e envolvem até mortes de integrantes do elenco e produção. Segundo as lendas, são longas que foram amaldiçoados. 

Confira abaixo, mas avisamos: não leia antes de dormir. 

+++LEIA MAIS: 5 filmes hollywoodianos com cenas no Brasil: Vingadores, Crepúsculo e mais [LISTA]


O Exorcista (1973)

O Exorcista, adaptação cinematográfica do livro homônimo de William Petter Blatty, é provavelmente o filme de terror que mais lidou com acontecimentos inexplicáveis no set de filmagens. 

De acordo com matéria da Esquire, uma semana após gravar a cena em que era arremessado de uma janela - e morria, o ator Jack MacGrowan contraiu uma forte pneumonia e faleceu. Já a atriz Ellen Burstyn sofreu uma lesão na coluna após filmar uma cena em que era atirada para longe. E a própria Linda Blair, que interpreta a garota possuída no filme, sofreu uma lesão grave nas costas devido a uma falha mecânica que a machucou.

O ator Paul Bateson, que fez figuração no filme, foi condenado anos mais tarde pelo assassinato do jornalista Addison Verrill e de outras vítimas. E tem mais. Enquanto vigiava o set de filmagens durante a madrugada, o segurança do estúdio foi morto a tiros. Ao todo, nove pessoas ligadas ao filme morreram. 

Isso sem mencionar o fogo que destruiu boa parte do set e precisou ser reconstruído. Misteriosamente, somente o quarto da garota ficou intacto. Dizem que a causa do incêndio foi um curto-circuito em uma torradeira. Bizarro. 


O Bebêde Rosemary (1968)

O Bebê de Rosemaryé associado a tragédias. A maior delas é a que o diretor Roman Polanski enfrentou no ano seguinte ao lançamento do filme, quando sua esposa grávida, Sharon Tate, foi assassinada pela seita de Charles Manson

Segundo a Vanity Fair, outros envolvidos na produção também foram amaldiçoados. Krzysztof Komeda, compositor da trilha original, sofreu um acidente em 1968 e faleceu, enquanto no ano seguinte o produtor William Castle lidou com um problema grave de pedras nos rins. Durante internação no hospital, ele gritava: "Rosemary, pelo amor de Deus, solte a faca", uma das falas do filme. 


Poltergeist (1982) 

Outro clássico do terror que tem fama de ser amaldiçoado é Poltergeist, do diretor Steven Spielberg, pois parte do elenco e da produção teve mortes repentinas e trágicas. 

A primeira delas foi a atriz Dominique Dunne, que faleceu aos 22 anos após ser estrangulada pelo ex-namorado no ano seguinte ao lançamento do filme. Depois, a atriz Heather O'Rourke morreu com apenas 12 anos com uma parada cardíaca após filmar o terceiro filme da franquia. E o ator Julian Beck faleceu durante as filmagens de Poltergeist II: O Outro Lado (1986). 

Mais um fato bizarro do filme de 1982 aconteceu durante as filmagens: em uma das cenas, o ator Oliver Robins era estrangulado por um robô-palhaço. No momento da gravação, o aparelho apresentou defeito e quase o sufocou. 

+++LEIA MAIS: Os 10 filmes do DCEU, do pior ao melhor, segundo nota da crítica [LISTA]


O Exorcismo de Emily Rose (2005)

Uma das produções mais assustadoras dos últimos 20 anos, O Exorcismo de Emily Rose também carrega acontecimentos sinistros que envolvem a produção. 

Como informa o site Complex, a protagonista do filme, Jennifer Carpenter, revelou que o rádio de seu quarto de hotel ficava ligando e desligando sozinho, e sempre tocava a música "Alive", do Pearl Jam, bem no momento em queEddie Vedder canta: 'I'm still alive' [Eu ainda estou vivo].

Para piorar a situação, os rádios dos quartos do hotel de todos os integrantes do elenco apresentavam a mesma falha e tocavam a mesma música, fazendo parecer um roteiro de filme de terror.


O Corvo (1994)

O Corvopossui uma das histórias mais tristes e sinistras dos sets de cinema. Durante uma cena, o ator Brandon Lee, filho de Bruce Lee, foi baleado acidentalmente e acabou morrendo aos 28 anos. 

O revólver usado para atirar em Brandon Lee na filmagem deveria estar carregado de festim, como é o habitual, mas por descuido da produção havia uma única bala de verdade no cartucho e atingiu o abdômen do ator quando disparado. Ele foi levado ao hospital rapidamente, mas não resistiu à hemorragia interna. 


+++ KONAI | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL 


+++SAIBA MAIS: 7 curiosidades sobre Heath Ledger: nome, caracterização do Coringa, melhor amigo e mais [LISTA]

Apesar de ter vivido apenas 28 anos, Heathcliff Ledger (mais conhecido por Heath) marcou o cinema com papéis como Patrick Verona em 10 Coisas que Eu Odeio em Você (1999) e Coringa em Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008)

Heath nasceu em Perth, Austrália, em 4 de abril de 1979. Neste domingo, completaria 42 anos. Confira sete curiosidades sobre o ator: da origem de nome a quem era o melhor amigo. 

+++LEIA MAIS: Além de Coringa: 4 papéis icônicos de Heath Ledger [LISTA]

Nome

O nome do ator, Heathcliff, foi inspirado em um personagem de O Morro dos Ventos Uivantes (1847), de Emily Brontë, livro preferido da mãe dele, Sally Ledger. Do mesmo romance, Sally tirou o nome de outra filha, Katherine. 


Primeiras experiências

Heath estudou na Guildford Grammar School, escola só para meninos, onde teve a primeira experiência como ator. Aos 10 anos, participou de uma montagem da peça Peter Pan.

+++LEIA MAIS: Warner queria a origem do Coringa de Heath Ledger em Batman: O Cavaleiro das Trevas; o que aconteceu?

Como ator profissional, um dos primeiros papéis da carreira foi em Home And Away (1988), espécie de novela teen a qual lançou várias estrelas australianas. Interpretou Scott por apenas 10 episódios e, apesar de ter feito muito sucesso, recusou propostas dos produtores para continuar.


Inspiração

Durante os anos de escola militar, Heath coreografou e dirigiu um grupo de 60 colegas para uma competição. Foi a primeira equipe masculina a disputar, e saíram vitoriosos. O ator comparou a apresentação ao estilo de Gene Kelly, de Cantando na Chuva (1952) e revelou como o dançarino era seu maior ídolo no cinema.

+++LEIA MAIS: Heath Ledger apanhou de verdade em uma das cenas mais violentas de Batman: O Cavaleiro das Trevas


Xadrez

Heath era um adorador de xadrez e jogava desde pequeno. Aos 10 anos, ganhou o campeonato júnior da Austrália Ocidental. Quando adulto, continuou o hábito e jogava frequentemente no Washington Square Park em Nova York (EUA). 


Gambito da Rainha

A partir do amor pelo xadrez, em 2008, anunciou planos de iniciar filmagens da adaptação do livro O Gambito da Rainha (1983). Teria sido a estreia de Heath como diretor de cinema. 12 anos depois, o romance foi adaptado para uma produção da Netflix e foi a série mais assistida de 2020, segundo JustWatch.


Jake Gyllenhaal

Colegas de elenco em O Segredo de Brokeback Mountain (2005), Heath e Jake Gyllenhaal se tornaram grandes amigos. O ator é, inclusive, padrinho da única filha de Ledger, Matilda.


Coringa

O vilão de O Cavaleiro das Trevas (2008) foi o papel de maior reconhecimento de Heath. Com ele, ganhou o Oscar póstumo de Melhor Ator Coadjuvante em 2009. Nas filmagens, projetou sozinho a composição do personagem. Segundo Heath, se Coringa fosse real, faria a própria caracterização.

+++LEIA MAIS: Heath Ledger recusou o papel de Batman antes de ser eternizado como Coringa de Nolan: 'Nunca vou participar de um filme de super-herói'