5 curiosidades sobre Marilyn Monroe: de parabéns a John F. Kennedy a comunismo [LISTA]

Lenda de Hollywood, Marilyn Monroe é uma das atrizes mais lembradas do cinema e completaria 95 anos nesta terça, 1° de junho

Vitória Campos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 01/06/2021, às 18h56

None
Marilyn Monroe em Novembro de 1953 (Foto: Bert Parry / Wikimedia Commons)

Com apenas uma década de carreira nas telonas, Marilyn Monroe se tornou uma lenda de Hollywood e deixou a marca de uma das atrizes mais conhecidas do cinema. Nascida em Los Angeles, EUA, a estrela completaria 95 anos nesta terça, 1° de junho. 

Passou a maior parte da infância em orfanatos e se casou pela primeira vez com 16 anos. Conhecida como loira fatal, Marilyn Monroe começou a carreira como modelo quando conheceu um fotógrafo na loja de munições onde trabalhava. Isso foi apenas o início da jornada de ascensão da atriz, a qual arrecadou mais de US$ 200 milhões com seus filmes. 

+++ LEIA MAIS: Cartas de amor de Marilyn Monroe são vendidas por até US$79 mil em leilão

Muitas vezes associada a um símbolo sexual, participou de clássicos do cinema, como Quanto Mais Quente Melhor (1959), Os Homens Preferem as Loiras (1953), Torrente de Paixão (1953), entre outros. Teve a vida pessoal muito comentada na mídia, por causa dos três casamentos, a luta contra os vícios e pelo suposto caso com o ex-presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy

A estrela morreu inesperadamente aos 36 anos, em 5 de agosto de 1962. A causa da morte foi overdose, no entanto, muitas teorias foram levantadas de que Marilyn Monroe teria sido assassinada.

+++ LEIA MAIS: Marilyn Monroe: 5 livros para celebrar os 95 anos da eterna diva de Hollywood

Para comemorar o aniversário de Marilyn Monroe, confira cinco curiosidades sobre a atriz:


Marilyn era comunista?

Marilyn Monroe e Arthur Miller (Foto: Associated Press / Wikimedia Commons)

 

Em 1956, Arthur Miller, futuro marido da atriz, foi investigado por atividades comunistas pelo HUAC (Comitê de Atividades Antiamericanas). Marilyn falou em favor dele nas audiências, mesmo arriscando a carreira e, por isso, a própria estrela se tornou suspeita de ser comunista pelo governo norte-americano. No entanto, apenas em 1962 o FBIdesistiu da ideia afirmando que mesmo com ideias de esquerda, não era de conhecimento geral se a atriz estava ou não sendo usada pelo Partido Comunista.

+++ LEIA MAIS: Marilyn Monroe quase virou dona de casa por causa de ciúme do marido


Mariah Carey comprou o piano de Marilyn

Marilyn Monroe tinha um piano branco de cauda no valor de US$ 15 mil, um presente de sua mãe. A atriz havia o vendido após um colapso, mas o recuperou logo após isso e o manteve até morrer. Em 1999, seus itens foram leiloados e o querido piano foi comprado por Mariah Carey por US$ 662 mil.


Marilyn Monroe teve vários nomes

Monroe contou com vários nomes durante a vida. Registrada na certidão de nascimento como Norma Jeane Mortenson, a atriz teve outro nome na hora de ser batizada: Norma Jeane Baker. Além disso, mudava de nome artístico frequentemente, e fora chamada de Jean Adair, Zelda Zonk e até mesmo Faye Miller. A estrela adotou legalmente o nome Marilyn Monroe apenas em 1956. 

+++ LEIA MAIS: Vídeo mostra Amy Winehouse adolescente cantando "Parabéns a Você" à Marilyn Monroe


Parabéns pra você…

Marilyn Monroe cantando "Parabéns Pra Você” ao ex-presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy (Foto: Reprodução)

 

A memorável noite em 1962, na qual Marilyn Monroe cantou “Parabéns Pra Você” para o ex-presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy, conta com algumas curiosidades. O que mais chamou a atenção do público foi a maneira sensual na qual Marilyn cantou a música, no entanto, não era a intenção da atriz.

De acordo com a irmã de Arthur Miller, a atriz estava atrasada para subir ao palco e por precisar correr, ficou ofegante. Além disso, o vestido usado naquela noite foi leiloado posteriormente por mais de US$ 1 milhão em 1999.

+++ LEIA MAIS: O dia em que Marilyn Monroe cantou 'Happy Birthday, Mr President' [FLASHBACK]


Túmulo ao lado de Marilyn é muito caro 

Conseguir um espaço no túmulo perto do de Marilyn Monroe custa muito caro. O espaço no cemitério Westwood Village Memorial Park, em Los Angeles, pertencia ao ex-marido da atriz, Joe DiMaggio, mas ele vendeu a um fã chamado Richard Poncher. No entanto, o fã colocou o espaço à venda novamente e ganhou US$ 4,6 milhões pela venda. Hugh Hefner, fundador da Playboy, foi o comprador. 


+++ SUPLA | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL