5 curiosidades sobre The Notorious B.I.G.: de amizade com Tupac a primeiro nome no rap [LISTA]

O rapper icônico completaria 49 anos nesta sexta, 21; confira alguns fatos sobre a vida profissional e pessoal da lenda do rap

Camilla Millan Publicado em 21/05/2021, às 15h38

None
Notorious B.I.G. (Foto:AP Photo/Mark Lennihan)

Christopher George Latore Wallace, mais conhecido pelo nome The Notorious B.I.G. é um dos maiores nomes do rap até a atualidade. O músico norte-americano nasceu e cresceu em Nova York - e deixou um legado inestimável para o hip-hop.

Notorious B.I.G. começou a rimar desde a adolescência, época na qual fazia performances nas ruas e se apresentava com grupos locais como os Old Gold Brothers e os Techniques. Ainda jovem, envolveu-se no tráfico de drogas como crack e chegou a ser preso.

+++LEIA MAIS: Tudo o que sabemos sobre Notorious BIG - A Lenda do Hip Hop, novo documentário da Netflix

Logo após sair da cadeia, lançou uma demo que seria o início da promissora carreira: Microphone Murderer. Contudo, foi em 1994, com o disco de estreia, Ready to Die, que Notorious B.I.G. foi reconhecido pelo talento.

Ao longo das 17 faixas, o disco autobiográfico conta sobre a trajetória do rapper em meio à rimas potentes e um flow único - além de palavras realmente emocionantes do músico. Faixas como “Juicy” e “Big Poppa” continuam memoráveis - mesmo décadas após o lançamento. 

+++LEIA MAIS: Rua no Brooklyn é nomeada em homenagem a Notorious BIG

Life After Death (1997), serviu para imortalizar o astro - e faixas como “Hypnotize”, “Mo Money Mo Problems” e "I Got A Story To Tell" servem de exemplo. O disco foi o último lançado pelo rapper em vida, mas também não significou o fim de músicas inéditas. Novos hits foram lançados postumamente para mostrar que a palavra de Notorious B.I.G. vai além de seus anos em vida.

Em 9 de março de 1997, Notorious B.I.G. foi assassinado em Los Angeles, Califórnia, mas o legado dele é indiscutível. Caso estivesse vivo, o rapper completaria 49 anos nesta sexta, 21 de maio. Para marcar a data, a Rolling Stone Brasil listou 5 curiosidades sobre a lenda do rap:

+++LEIA MAIS: Lendária coroa de plástico usada por Notorious B.I.G é leiloada por US$ 594 mil

Amizade com Tupac

Nascido em Nova York, o rap foi inicialmente associado à costa leste dos Estados Unidos. Em 1980, contudo, o rap em Los Angeles também se mostrou uma potência mundial - e quando a costa oeste ganhou evidência, começou uma grande rixa entre as duas vertentes.

Notorious B.I.G. era de Nova York, enquanto Tupac Shakur era um dos nomes do rap da costa oeste os Estados - por isso, os dois faziam parte dessa grande rivalidade, mas antes disso tudo, eram amigos. Os dois eram tão próximos que Tupac foi quem comprou o primeiro Rolex de B.I.G..

+++LEIA MAIS: O dia em que Tupac Shakur levou 5 tiros em assalto à mão armada - e sobreviveu


Nome antes de Notorious B.I.G.

Antes de ser imortalizado como Notorious B.I.G., o rapper adotou o nome MC Quest e, em seguida, o apelido Biggie Smalls. Foi apenas quando outro músico reivindicou “Biggie Smalls” que Christopher George Latore Wallace se tornou, de uma vez por todas, The Notorious B.I.G.


Nunca ganhou o Grammy

Apesar de ser um dos rappers mais icônicos da história da música, Notorious B.I.G. nunca ganhou um Grammy. Ele foi indicado quatro vezes, mas continua como um dos vários nomes do hip-hop que, infelizmente, nunca ganharam o prêmio, como Busta Rhymes E Tupac.

+++LEIA MAIS: Por que Notorious B.I.G quase chorou quando trabalhou com Michael Jackson?

Apesar disso, os prêmios Grammy em nada modificam o talento e o respeito pela história e legado de Notorious B.I.G.


Gostwritter

Além de ter músicas autorais conhecidas mundialmente, Notorious B.I.G. também era um grande gostwritter. O rapper escreveu “Queen Bitch” para Lil’ Kim, por exemplo, e diversas rimas do músico foram escritas pelo rapper icônico, mesmo que a autoria fosse atribuída a Lil’ Kim.


Escola de grandes rappers

Além de excelente rapper, Notorious B.I.G. era um excelente estudante. Quando era adolescente começou a fazer rap, e pediu para ser transferido para a George Westinghouse Career and Technical Education High School em Downtown Brooklyn, onde DMX, Jay-Z e Busta Rhymes também frequentavam.

+++LEIA MAIS: 14 músicas mais icônicas de Jay-Z [LISTA]


+++ SUPLA: 'NA ARTE A GENTE TEM QUE SER ESPONTÂNEO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL