5 filmes (ótimos e ruins) cancelados do Superman: Nicolas Cage, J.J. Abrams, mortes, ressurreições e mais

Herói é um dos personagens mais complicados para adaptar aos cinemas

Redação Publicado em 24/08/2020, às 09h31

None
Henry Cavill como Superman em Homem de Aço (foto: Reprodução/ Warner)

Superman é um dos maiores heróis de todos os tempos, mas, ao longo dos anos, não teve muita sorte nos filmes, porque grande parte das produções que envolveram o personagem não caíram nas graças do público ou crítica. Ninguém nunca conseguiu igualar a mágica trazida por Richard Donner e Christopher Reeve.

Com altos e baixos, Superman seguia como um dos principais interesses para Warner Bros. fazer algum filme com ele. No entanto, depois da estreia de Liga da Justiça (2017), o estúdio não revelou nada do planejado para o kryptoniano, porque, de acordo com conversas de bastidores (via Yahoo!), a empresa pretende desviar de erros e desperdícios do passado.

+++LEIA MAIS: The Batman: Fã já conseguiu decodificar mensagem misteriosa do Charada no trailer; veja

Existiram diversos projetos cinematográficos para o herói que foram cancelados. Então, veja abaixo 5 filmes (ótimos e ruins), citados pelo Yahoo!, cancelados do Superman, com direito a Nicolas Cage, J.J. Abrams, mortes, ressurreições e mais.


Superman Flyby

Antes de dirigir o primeiro e último filme da nova trilogia Star Wars, J.J. Abrams quis comandar um filme do Superman - e quis fazer algo bastante original. 

No filme, Lex Luthor deveria ser um agente da CIA obcecado por OVNIs com poderes mágicos que o permitiam voar. Superman morreria no final (mas a produção não seria baseada na HQ A Morte de Superman) e teria uma ressureição similar a de Jesus Cristo, depois de ver o pai em uma espécie de paraíso kryptoniano.

Segundo Yahoo!, na época da pré-produção, o roteiro foi vazado na internet e acabou massacrada por sites de quadrinhos. Porém, a Warner Bros. continuou com o projeto, previsto para estrear no final de 2003. Brett Ratner foi definido como diretor.

Entre os candidatos para viver Superman estavam Josh Hartnett, Paul Walker, Brendan Fraser, Ashton Kutcher, entre outros. Christopher Walken negociava para interpretar Perry White, já Keri Russell e Amy Adams eram cotadas para viver Lois Lane. Robert Downey Jr. foi escolhido para viver Lex Luthor.

Porém, com saídas de membros importantes da produção e por pressão de parte dos fãs, Superman Flyby foi engavetado.


Superman V

Christopher Reeve marcou como gerações como Superman e até hoje é dito como a melhor versão do personagem. Porém, Superman IV: Em Busca da Paz (1987), estrelado por ele, é considerado um dos piores filmes de herói.

Superman V chegou a ser confirmado e começou a ser produzido pela Cannon Films. No entanto, de acordo com o Yahoo!, conversas de bastidores dizem que a empresa queria lucrar com a popularidade do personagem, através de uma sequência de baixo custo. Para piorar a situação, o orçamento eria acabado no meio da produção.

Christopher Reeve disse, publicamente, de se arrepender por ter gravado o longa e afirmou que o projeto "foi uma catástrofe do começo ao fim". Em determinado momento, os direitos do Superman voltaram para a Warner Bros, que não quis saber de uma continuação.

+++LEIA MAIS: Todos os filmes de Tarantino, do pior para o melhor, segundo site


Sequência de Superman: O Retorno

Estrelado por Brandon Routh, Kate Bosworth e Kevin Spacey, Superman: O Retorno marcou a volta do herói às telonas, mas, mesmo com diversos elogios sobre a trama e atuação do elenco principal, o longa acabou marcado negativamente, por conta de ser mais longo do que deveria, cenas de ação necessárias, etc.

A produção arrecadou cerca de US$ 391 milhões na bilheteria mundial, suficiente para a Warner já pensar em uma continuação. Bryan Singer voltaria como diretor e pensava em incluir Brainiac e Bizarro como principais vilões. Parte do longa se passaria em Nova Krypton, erguida com a massa de terra, mostrada no filme anterior.

As filmagens já tiveram dois problemas: foram adiadas porque o diretor trabalhava em Operação Valquíria e também teve a greve dos roteiristas entre 2007 e 2009. Além disso, o contrato de Routh acabou e a DC Entertainment passou a focar no Batman, por conta da trilogia de Christopher Nolan.

O estúdio desistiu da continuação em agosto de 2008. O filme estava previsto para chegar perto do natal de 2009. Então, a Warner decidiu recomeçar tudo e fez O Homem de Aço, dirigido por Zack Snyder (via Canaltech).


Superman Reborn

Com o lançamento e sucesso da HQ A Morte de Superman, a DC Comics passou a ver interesse do público no Superman. Por isso, a Warner encomendou um filme, comandado pelo produtor Jon Peter. O roteiro ficou nas mãos de Jonathan Lemkin, responsável por Anjos da Lei e Chumbo Grosso.

A trama mostraria a morte de Superman e a declaração do amor dele por Lois Lane, antes de transferir energia vital para ela e então engravidá-la. Se já estava bizarro, tudo ficaria ainda pior, porque esse filho viraria um Clark Kent adulto em apenas três semanas.

De acordo com o Yahoo!, a Warner não gostou da ideia e chamou Gregory Poirier, responsável por O Massacre de Rosewood e O Rei Leão 2, para reescrever o projeto. Ele propôs Brainiac como o vilão principal. O personagem criaria Apocalypse para matar Superman.

+++LEIA MAIS: Eita! Tobey Maguire estaria negociando para voltar a ser o Homem-Aranha; entenda


Superman Lives

Depois do cancelamento de Superman Reborn, a Warner chamou Kevin Smith, conhecido por ser nerd, roteirista e conhecedor do Superman, para escrever um novo projeto do herói. Porém, ele teve que criar a história (via Yahoo!) com três detalhes: o herói não poderia voar; ele não poderia usar o traje tradicional; e o personagem, no terceiro ato, precisaria combater uma aranha gigante.

Também foi pedido para Smith incluir um cachorro espacial para o vilão da história, para a produção ter um merchandising melhor. A trama teria Brainiac e Lex Luthor juntos, que enviariam Apocalypse para bloquear o sol, com o intuito de deixar Superman fraco e então matá-lo. Tim Burton foi escolhido como diretor.

Porém, Burton saiu do projeto. A produção do filme, em determinado momento já havia gasto muito dinheiro, e Superman Lives acabou engavetado pela Warner.


+++ DELACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'