5 frases inesquecíveis de Sociedade dos Poetas Mortos, clássico com Robin Williams [LISTA]

Há 32 anos, o longa-metragem chegou aos cinemas

Julia Harumi Morita Publicado em 02/06/2021, às 15h54

None
Cena de Sociedade dos Poetas Mortos (Foto: Reprodução /Twitter)

Sonhador, passional e inspirador, Sociedade dos Poetas Mortos é um clássico dos cinemas. Dirigido por Peter Weir, o filme acompanha a trajetória do professor John Keating (Robin Williams) no Welton Academy, onde tenta inspirar os alunos a aproveitarem a vida e enxergarem o mundo para além das regras acadêmicas.

Lançado nos cinemas em 1989, a estreia do filme completou 32 anos em 2021. Pensando nisso, a Rolling Stone Brasil relembrou cinco frases inesquecíveis da produção. Confira:

"Estou em cima da minha mesa para lembrar que devemos constantemente olhar para as coisas de uma maneira diferente"

Para quebrar a rotina escolar, Keating sugeriu para os alunos subirem na mesa dele e olharem para as coisas de outro ângulo - uma mensagem que, definitivamente, foi absorvida pelos estudandes, os quais fazem o gesto para se despedir do professor no final do filme.


"Você deve se esforçar para encontrar sua própria voz, porque quanto mais esperar para começar, menos provável será que a encontre"

Na mesma cena, o professor complementa o próprio conselho e diz: "Você deve se esforçar para encontrar sua própria voz, porque quanto mais esperar para começar, menos provável será que a encontre."


"Eu sempre pensei que o objetivo da educação era aprender a pensar por si mesmo"

Keating não dizia frases inspiradoras apenas para os alunos, mas para os colegas de trabalho também - porém eles eram menos atenciosos. Em uma conversa particular com o Sr. Nolan (Norman Loyd), o professor diz: "Eu sempre pensei que o objetivo da educação era aprender a pensar por si mesmo."


"Não importa o que alguém diga a você, palavras e ideias podem mudar o mundo"

Durante as aulas, Keating enfatizava o poder da poesia, do amor e do romance. Para o professor, cada um desses elementos eram essenciais para a vida dos seres humanos.


"Carpe Diem. Aproveitem o dia, rapazes. Façam sua vida extraordinária"

Após acompanhar os alunos para fora da sala de aula, Keating mostra uma foto de uma antiga turma e aproveita o momento para falar sobre as oportunidades da juventude. Assim, o personagem diz: "Carpe Diem. Aproveitem o dia, rapazes. Façam sua vida extraordinária."


+++ SUPLA | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL