5 momentos marcantes da amizade de John Lennon e Paul McCartney [LISTA]

Uma das duplas mais icônicas da história da música, John Lennon e Paul McCartney tiveram uma amizade de altos e baixos

Redação Publicado em 18/07/2021, às 13h00

None
Paul McCartney e John Lennon (Foto: Dalmas Sipa Press / AP Images)

John Lennon e Paul McCartney formaram uma das duplas mais icônicas da história da música. Apesar dos altos e baixos, os dois artistas de Liverpool assinaram juntos a maioria das composições dos Beatles, protagonizaram grandes momentos da cultura pop e ganharam tanto destaque quanto o próprio Fab Four.

Pensando nisso,  a Rolling Stone Brasil relembrou cinco momentos marcantes da amizade de John Lennon e Paul McCartney, do primeiro ao último encontro, em ordem cronológica. Confira:

+++ LEIA MAIS: John Lennon acreditava que Paul McCartney escreveu música dos Beatles como indireta para Yoko Ono

O dia em Lennon e McCartney se conheceram

A história da dupla começou no dia 6 de julho de 1957, quando McCartney assistiu a apresentação da banda Quarrymen no jardim da Igreja de St. Peter aos 15 anos.Lennon fazia parte do grupo e foi apresentado ao futuro colega dos Beatles.


O primeiro registro da dupla

De acordo com a Billboard, o primeiro registro de McCartney e Lennon juntos pode ter acontecido sem querer em 1958. Peter Hodgson compartilhou encontrou a dupla em uma filmagem antiga de um evento da polícia de Liverpool.

+++ LEIA MAIS: O que John Lennon achava da teoria ‘Paul McCartney está morto’?

"Uau! Definitivamente, podemos ser nós. Foi realmente uma grande ocasião em Liverpool e é o que costumávamos fazer todo verão - pegar cadeiras de praia, subir no telhado de concreto e assistir ao show gratuito. E julgo que há todas as chances de John estar lá naquele ano - absolutamente. Seu amigo, Pete Shotton, era um cadete da polícia," disse Michael McCartney, irmão de Paul.


O crédito Lennon-McCartney

Segundo o Express UK, o crédito Lennon-McCartney foi estabelecido em uma reunião com Brian Epstein, em Londres. McCartney concordou com a ordem dos nomes após ser informado que ela poderia mudar conforme a autoria das músicas.

+++ LEIA MAIS: Paul McCartney descreve primeira ‘viagem de LSD’ com John Lennon: 'Queria ir para a cama logo depois'

Porém, Lennon-McCartney quase se tornou uma marca e foi colocada em músicas praticamente solo, como "Yesterday" - o que incomodou o músico.


A última gravação da dupla

A última gravação da dupla não foi planejada e aconteceu no dia 28 de março de 1974, em Los Angeles, de acordo com o Ultimate Classic Rock. Sem avisos, McCartney decidiu encontrar o colega, que estava trabalhando no disco Pussy Cats (1974), de Harry Nilsson.

+++LEIA MAIS: Qual música dos Beatles Ringo Starr escutaria para o resto da vida?

Os dois se estranharam no início, mas, depois, começaram a gravar juntos - estimulados por drogas e álcool. A gravação não é nem de perto a melhor da dupla, mas registra um momento improtante da amizade deles.


O último encontro dos Beatles

A dupla se encontrou pela última vez no dia 24 de abril de 1976, de acordo com o Express UK. McCartney foi até o apartamento de Lennon e, juntos, assistiram ao Saturday Night Live.

+++LEIA MAIS: John Lennon tratava as pessoas de maneira 'incrivelmente diferente' de Paul McCartney

Os dois só não esperavam ser tema de uma das brincadeiras do produtor do programa. Lorne Michaels ofereceu US$ 3 mil para os Beatles irem ao estúdio e cantarem três músicas.

Lennon e McCartney cogitaram ir até o local, afinal estavam algumas quadras de distância dele. Porém, os dois desistiram da ideia por ser a noite de folga deles, longe de qualquer trabalho.

+++LEIA MAIS: Qual música dos Beatles mudou tudo para Paul McCartney?


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL