5 motivos para assistir Paternidade, novo filme da Netflix estrelado por Kevin Hart [LISTA]

Nova aposta de comédia-dramática da Netflix acompanha o cotidiano de um pai solteiro (Kevin Hart) que busca criar a filha da melhor maneira possível

Isabela Guiduci Publicado em 25/06/2021, às 15h20

None
Kevin Hart e Melody Hurd abraçados em Paternidade (Foto: PHILIPPE BOSSE//Netflix)

Na última sexta, 18, a Netflix disponibilizou a nova aposta original de comédia-dramática, Paternidade, filme estrelado por Kevin Hart e Melody Hurd. Sensível, profundo e divertido, o longa-metragem consegue criar um diálogo sincero e emocionante com os espectadores.

Inspirado na vida de Matt Logelin, história narrada no livro Dois Beijos para Maddy, Paternidadeacompanha Matt (Kevin Hart), um pai que fica viúvo no dia seguinte ao nascimento da primeira filha, Maddy (Melody Hurd).

+++LEIA MAIS: 5 motivos para assistir Uma Skatista Radical, novo filme teen da Netflix [LISTA]

Com isso, Matt irá embarcar na vida de pai solteiro e encontrar desafios nesta realidade. Nesse processo, precisará lidar com a sogra (Alfre Woodard), porque Marian não acredita no potencial do genro para cuidar da neta recém-nascida, e conciliar as questões pessoais com a pressão profissional.

Apesar de trazer um sentimento genérico, estereotipado e muito explorado, Paternidadeapresenta uma doçura emocionante e um alcance sensível - que vale a pena conhecer. Pensando nisso, listamos cinco motivos para assistir ao novo filme da Netflix:

+++LEIA MAIS: Os 71 lançamentos da Netflix para julho de 2021: Atypical, He-Man, Eu Nunca... e mais [LISTA]

Desempenho impressionante de Kevin Hart

Quem está acostumado com as produções deKevin Hart pode até estranhar o astro dando vida a Matt. Isso porque, o personagem é muito sutil, sem um grande nível de comicidade, conhecido de outros trabalhos do comediante.

Pelo contrário, em Paternidade, Hart explora as sensibilidades e maturidade de um pai solteiro, e consegue transbordar emoções ao longo de todo o filme. De fato, o astro tem um desempenho impressionante ao interpretar o protagonista. 

+++LEIA MAIS: 5 motivos para assistir Ragnarok, série sobre mitologia nórdica da Netflix [LISTA]


Drama maduro

Especialmente por conta do desempenho brilhante do ator, o drama construído na narrativa do longa-metragem é maduro e muito bem-desenvolvido. É aquele tipo de história que aquece o coração do telespectador - principalmente, dos pais e mães solteiros, e dos filhos também.


Divertido e envolvente

Um ponto muito interessante é que o filme encontrou um ótimo equilíbrio entre o drama e a comédia, ambos guiados pelo desenvolvimento do protagonista (Kevin Hart). Com isso, Paternidadetorna-se um título divertido, leve, emocionante, além de ser envolvente do começo ao fim. 

+++LEIA MAIS: Tudo o que sabemos sobre 2ª temporada de Eu Nunca, da Netflix: estreia, enredo e mais [LISTA]


Paternidade

Como sugere o título, o apelo à paternidade e à adaptação do espírito humano são os principais motores da narrativa. Ao longo do longa-metragem, que parece uma deliciosa e belíssima celebração da vida de Matt e Maddy, há reflexões e debates sobre amor, família, parceria, amadurecimento, e especialmente, paternidade. 


Aproximação da realidade

Mesmo com Kevin Hart sendo uma ótima âncora, Paternidadecomete alguns erros na construção da narrativa. No entanto, o filme não aposta em um personagem 'bobo', superficial, ou muito ficcional.

+++LEIA MAIS: Cansado de clichê? 5 produções de romance com finais inesperados [LISTA]

Ao invés disso, tenta ao máximo se aproximar da realidade e das dificuldades do protagonista em conciliar as diversas facetas da vida adulta - e tudo com uma profundidade, no mínimo, encantadora. 


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL