As 5 piores adaptações da Broadway para o cinema - e Cats não é a mais horrível [LISTA]

Entre erros e acertos, existe muita história que fica melhor em um palco, mesmo

Redação Publicado em 28/01/2020, às 17h14

None
Taylor Swift em Cats (Foto: Divulgação / Universal)

Ah, a Broadway… A suprema fábrica de teatro musical! De lá, saíram alguns nomes que transformaram-se nos maiores filmes musicais, inclusive, como A Noviça Rebelde ou Os Miseráveis… Mas também alguns um pouco infames, como Cats. 

A mais recente superprodução recheada de estrelas - James Corden, Judi Dench, Jason Derulo, Idris Elba, Jennifer Hudson, Ian McKellen, Taylor Swift, Rebel Wilson, Francesca Hayward e muito mais gente - torceu muitos narizes pela mistura inusitada de gato e homem em um animal humanóide.

+++ LEIA MAIS: Fiasco de crítica, Cats pode ter um prejuízo astronômico de US$ 100 milhões; entenda

Não sabemos se foi o pelo, o corpo definido, o rosto de gente com focinho e bigodes ou a proporção irreal de objetos do cotidiano… O fato é que Catsnão agradou. Mas não é feito inédito. Antes dele, vários outros musicais da Broadway já receberam adaptações bem bizarras. E aqui estão os cinco piores (notas do Rotten Tomatoes):

A Chorus Line (1985) - 40%

+++ LEIA MAIS: Cats, Astro Boy e mais: as 20 piores estreias da história do cinema [LISTA]

O musical estreou na Broadway em 1975, e é um espetáculo fantasiado como outro espetáculo: conta a história de vários atores tentando um lugar no coro de um novo musical da própria Broadway. Algo emocionante no palco - nem tanto nas câmeras.


Nine (2009) - 39%

+++ LEIA MAIS: Chadwick Boseman estaria insatisfeito com os planos de Pantera Negra 2 da Marvel; entenda

Nine, filme que conta a história do diretor de cinema Guido Contini passando por uma crise de criatividade, tinha tudo para ser um hit. Desde o elenco de peso (Daniel Day-Lewis, Nicole Kidman, Marion Cotillard, Penelope Cruz, Kate Hudson e Dame Judi Dench) até a direção de Rob Marshall (Chicago, um dos melhores musicais de cinema). Mas não foi.


O Fantasma da Ópera (2005) - 33%

+++ LEIA MAIS: 5 projetos incríveis de Tarantino que nunca saíram do papel - mas deveriam ter [LISTA]

O musical chegou à Broadway em 1988 - e está lá até hoje. É, provavelmente, o maior clássico da arena - mas o filme simplesmente não consegue transmitir as emoções de uma interpretação ao vivo.


Cats (2019) - 20%

+++ LEIA MAIS: Billie Eilish, Taylor Swift e Guns N'Roses: Guia de shows internacionais no Brasil em 2020

Catsnasceu em Londres e chegou a Nova York em 1982. Seguindo o exemplo de O Fantasma da Ópera, é um dos maiores sucessos da Broadway - mas um CGI bizarro e síndrome de esplendor arruinou tudo nas telonas.


O Rei e Eu (1999) - 13%

+++ LEIA MAIS: 15 personagens da Marvel que derrotariam Thanos em uma briga [LISTA]

O musical mais antigo desta lista é de 1951. Mostra as dificuldades da britânica Anna no reino de Sião durante a década de 1860, quando foi responsável por cuidar dos filhos do rei Mongkut. É uma história clássica, e teve um filme em 1956 (bem recebido) e outros dois em 1999 - um live action, adorado, e uma animação com apenas 13% de aprovação. Provavelmente pelo macaco que ninguém sabe da onde veio.