5 séries leves para assistir na hora do almoço: de Eu Nunca a Modern Family [LISTA]

Confira opções com episódios curtos perfeitos para acompanhar uma refeição

Mariana Rodrigues | (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 10/04/2021, às 12h00

None
Modern Family (Foto: Divulgação/ABC)

A hora do almoço é um dos poucos momentos para relaxar e se distrair da rotina corrida do dia a dia, mesmo aos finais de semana. Nada como um episódio de série para acompanhar as refeições e deixar essa ocasião mais divertida. 

No entanto, é importante saber qual título escolher, afinal, a maioria das pessoas não quer ver cenas com morte e violência e nem episódios longos demais. Por isso, separamos cinco opções ideais para ver enquanto almoça. Confira:

+++ LEIA MAIS: As 5 melhores séries originais da Netflix, segundo Rotten Tomatoes [LISTA]


Modern Family (2009)

A sitcom acompanha a vida de Jay (Ed O'Neill) - marido de Glória (Sofia Vergara) e padrasto de Manny (Rico Rodriguez) - e da família dos filhos Claire (Julie Bowen) e Mitchell (Jesse Tyler). Claire é casada com Phill (Ty Burrell) e mãe de três crianças; Mitchell é casado com Cameron (Eric Stonestreet) e pai adotivo de uma garotinha vietnamita. Ao longo de 11 temporadas, Modern Family mostra os altos e baixos da relação familiar. 


The Good Place (2016)

Após morrer em um acidente, Eleanor (Kristen Bell) descobre a vida após a morte quando é enviada para o "Bom Lugar," onde há apenas pessoas boas. No entanto, para ela, isso só pode ser um equívoco, pois enquanto estava viva, Eleanor não era nem um pouco bondosa e agora precisa esconder as atitudes do passado para não ir para o "Lugar Ruim."


Eu Nunca (2020)

Devi (Maitreyi Ramakrishnan) é uma jovem norte-americana com o objetivo de aproveitar a adolescência o máximo possível. No entanto, após perder o pai e ficar um ano em cadeira de rodas, Devi terá mais um empecilho para se enturmar no colégio: a descendência indiana. Agora, precisará da ajuda das amigas Eleanor (Ramona Young) e Fabiola (Lee Rodriguez) para recuperar o tempo perdido.


One Day at a Time (2017)

Penelope (Justina Machado) é uma enfermeira tentando criar os filhos, Elena (Isabella Gómez) e Alex (Marcel Ruiz), com a ajuda da mãe, Lydia (Rita Moreno). Além de enfrentar as dificuldades de ser mãe solteira, a família também precisa lidar com os preconceitos por serem latinos vivendo nos Estados Unidos. 

+++ LEIA MAIS: 5 séries que falam sobre saúde mental de maneira responsável [LISTA]


Parks and Recreation (2009)

Leslie Knope (Amy Poehler) é responsável pelo Departamento de Parques de Pawnee e quer ajudar a amiga Ann (Rashida Jones) a transformar uma construção abandonada em um parque. No entanto, conta com o empecilho da população da cidade, além dos próprios funcionários da prefeitura. 


+++ KONAI: 'ESTAMOS EM PRESSÃO CONSTANTE PARA SER O QUE NÃO É NOSSO NATURAL' | ENTREVISTA


+++ MAIS SOBRE FALCÃO E O SOLDADO INVERNAL: Os principais Easter eggs do episódio 3 [LISTA]

[Atenção: esta publicação contém spoilers do terceiro episódio de Falcão e o Soldado Invernal]

O terceiro episódio de Falcão e o Soldado Invernal contou de diversas referências aos filmes do Universo Cinematográfico Marvel, como Capitão América: Guerra Civil e Vingadores: Era de Ultron, aos vilões Caveira Vermelha e Tigre Sorridente, e até mesmo uma possível referência ao MonsterVerse.

Pensando nisso, o site Screen Rant listou todas as referências do episódio e a Rolling Stone Brasil separou os principais Easter eggs da lista. Confira:

+++ LEIA MAIS: O Capitão está de volta: Wyatt Russell revela o que Steve Rogers e John Walker têm em comum [ENTREVISTA]

A morte do rei T'Chaka

Quando Bucky Barnes e Sam Wilson visitam o Barão Helmut Zemo na prisão, o rei T'Chaka logo é logo mencionado, afinal, Zemo foi responsável pela morte do antigo rei de Wakanda. Mais tarde, descobrimos que a morte da realeza se mantém fresca na mente de Ayo, uma das guerreiras das Dora Milaje, que segue e vigia o vilão.


O caderno de Steve Rogers 

Na série, Bucky usa um caderno para fazer uma lista com os nomes das pessoas afetadas pelas ações do Soldado Invernal. No último episódio, descobrimos que o caderno é o mesmo que Steve Rogers usava para anotar dicas e fatos importantes do que aconteceu durante o período em que ficou congelado.

+++LEIA MAIS: Vilões em Falcão e o Soldado Invernal, Apátridas querem união, diz Erin Kellyman


A máscara de Zemo 

Finalmente Zemo aparece com a clássica máscara roxa das HQs. Em uma breve cena, o personagem recolhe o acessório dentro de um carro após fugir da prisão e usa durante uma luta em Madripoor.


Madripoor 

Aliás, Madripoor é uma ilha importante nas HQs de X-Men. Aparentemente controlada pelo Mercador do Poder, o local conta com o Bar da Princesa, que é frequentado por Wolverine nos quadrinhos.

+++ LEIA MAIS: Roteirista explica que Falcão e o Soldado Invernal é o oposto de WandaVision; entenda

Além disso, enquanto Sam e Bucky estão na ilha, podemos ver o logo de um macaco, que pode ser uma referência ao vilão Hit-Monkey, ou apenas um símbolo para identificar a gangue que frequenta o estabelecimento.


Cientistas do soro do super-soldado 

Abraham Erskine, cientista responsável por criar o Caveira Vermelha e transformar Steve Roger no Capitão América, é citado diversas vezes no episódio. Além dele, conhecemos o Dr. Wilfred Nagel, que conseguiu reproduzir o soro do super-soldado.

+++LEIA MAIS: Roteirista de Falcão e o Soldado Invernal fala que Vingadores: Ultimato criou problemas para os heróis da Marvel; entenda


Sharon Carter 

O terceiro episódio também conta com a aguardada aparição de Sharon Carter. A agente revela que ainda está foragida e passou a trabalhar no contrabando de obras de arte em Madripoor.


Piada de Capitão América: Guerra Civil

Em um dos momentos do terceiro episódio, Falcão senta no banco de trás de um carro, enquanto Bucky está no assento da frente. Então, Sam confirma: "Você não vai mover o banco, não é?". 

+++LEIA MAIS: London Eye se transforma em escudo do Capitão América para comemorar estreia de Falcão e o Soldado Invernal; veja

A pergunta é uma referência a Capitão América: Guerra Civil, quando Rogers encontra Carter para pegar equipamentos. Sam está no banco da frente e se recusa a mover o assento para deixar Bucky mais confortável.