50 anos de Laranja Mecânica: 5 curiosidades sobre o clássico de Stanley Kubrick [LISTA]

Baseado no livro homônimo de Anthony Burgess, Laranja Mecânica é um dos maiores filmes da história

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 25/07/2021, às 12h00

None
Malcolm McDowell em Laranja Mecânica (Foto: Reprodução/Warner Bros.)

Considerado por diversos críticos de cinema como um dos maiores filmes de todos os tempos, Laranja Mecânica completa 50 anos em 2021. Dirigido e escrito por Stanley Kubrick, o longa estreou em 19 de dezembro de 1971 nos Estados Unidos e Canadá. A produção foi baseada no livro homônimo de Anthony Burgess, publicado em 1962.

Com muitas diferenças em relação ao material original, Laranja Mecânica acompanha o jovem Alex (Malcolm McDowell), quem usa as noites para sair com Droogs, gangue formada com amigos violentos. Porém, o protagonista acaba preso pelas autoridades - para ser libertado mais cedo, submete-se a uma técnica de modificação de comportamento.

+++LEIA MAIS: De Hannibal Lecter a Laranja Mecânica: os 10 maiores psicopatas do cinema [LISTA]

Ao longo desses 50 anos, integrantes da produção revelaram alguns detalhes sobre os bastidores do filme. Veja cinco curiosidades abaixo sobre Laranja Mecânica, disponível na HBO Max:


Edição

A versão bruta de Laranja Mecânica tinha quatro horas de duração. Para diminuir o tempo, Kubrick contratou diversos editores assistentes, chegando aos 136 minutos definitivos. O que aconteceu com os outros 104 minutos descartados? Acompanhado do assistente, o cineasta destruiu todo material.

+++LEIA MAIS: 5 filmes tão controversos que quase não foram lançados, segundo site: de Laranja Mecânica a Lolita


Censura no Brasil

Quando o filme chegou ao Brasil, em 26 de abril de 1972, o país era governado pela Ditadura Militar, responsável por censurar diversas manifestações artísticas, como filmes e músicas. O longa-metragem entrou na lista de obras proibidas pelo regime - e os brasileiros precisavam assistir em países vizinhos.

Não foi banido para sempre, porém. Os militares liberaram a exibição do filme nos cinemas, mas era indicado para maiores de 18 anos e as cenas de nudez eram exibidas com tarjas pretas.

+++LEIA MAIS: Laranja Mecânica: Malcolm McDowell diz que foi ‘brutal’ trabalhar com Stanley Kubrick


Rolling Stones

Mick Jagger, dos Rolling Stones, comprou os direitos de Laranja Mecânica de Anthony Burgess pela bagatela de US$ 500 mil. O músico queria ver os integrantes da banda como os Droogs, mas revendeu a propriedade intelectual por um valor maior.


"Singing in the Rain"

A icônica cena de Alex atacando o escritor e a esposa cantando "Singing in the Rain," tema de Cantando na Chuva, foi improviso de Malcolm McDowell. Stanley Kubrick filmou o momento repetidas vezes por quatro dias, mas nunca estava satisfeito porque achava muito convencional.

+++LEIA MAIS: Astro de Laranja Mecânica não lembra da metade dos filmes que fez; entenda

No entanto, o diretor pediu para o ator dançar enquanto atacava o casal de personagens. No momento da filmagem, a única música na cabeça de McDowell era "Singing in the Rain." O diretor amou o resultado, e foi atrás dos direitos - adquiriu por US$ 10 mil. Segundo relatos (via Omelete) Gene Kelly, responsável pela música, ficou decepcionado com a maneira como a canção foi retratada.


Stanley Kubrick recusou a produção

Um dos atributos positivos de Laranja Mecânica é a trama operada com a própria linguagem especial: uma mistura de russo e iídiche, nomeada como Nadsat por Anthony Burgess. Inicialmente, Kubrick recusou o roteiro por acreditar que não conseguiria representar o dialeto precisamente, mas mudou de ideia.

+++LEIA MAIS: 6 obras de arte que inspiraram filmes: De Ilha do Medo a Laranja Mecânica [LISTA]


+++ RS TRENDING | CONHEÇA OLIVIA RODRIGO: VIDA, RECORDES, SOUR E MAIS!