50 Cent é acusado de violência doméstica

Caso seja condenado, o rapper deverá pagar US$ 46 mil em multas e poderá ficar até cinco anos na prisão

Rolling Stone EUA Publicado em 05/08/2013, às 09h32 - Atualizado em 06/08/2013, às 09h52

Em junho de 1994, 50 Cent foi preso por vender cocaína a um policial disfarçado. Pouco depois, ele foi preso de novo, quando a polícia revistou o local onde ele morava e encontrou heroína, crack, cocaína e uma arma. Ele ficou seis meses preso.
AP

O rapper 50 Cent deverá comparecer à corte de Los Angeles nesta segunda-feira, 5, para enfrentar acusações que incluem violência doméstica e vandalismo. Caso seja condenado, o músico deverá ser obrigado a pagar US$ 46 mil em multas e poderá ficar até cinco anos na prisão. As informações são da agência Associated Press.

Relembre dez artistas que foram detidos por posse de drogas.

As acusações são de um incidente ocorrido em 23 de junho, no qual 50 Cent teria atacado a ex-namorada e destruído o lugar onde ela mora, em Toluca Lake, causando um dano estimado em US$ 7,1 mil.

A mulher disse à polícia que, após uma briga, o rapper saqueou a casa dela e destruiu os lustres do dela. Ela se trancou no quarto e disse que o Curtis Jackson, nome de registro do artista, a machucou com um chute após derrubar a porta do cômodo.

50 Cent negou o ataque, mas, ainda assim, enfrenta uma acusação de violência doméstica e quatro de vandalismo. Eles têm um filho juntos.