50 Cent nega acusações de violência doméstica

Ex-namorada do rapper alega que ele bateu nela e destruiu a casa onde ela mora, em Los Angeles

Redação Publicado em 05/07/2013, às 11h26 - Atualizado às 11h39

50 Cent
Evan Agostini / AP

50 Cent foi acusado na quarta-feira, 3, de atacar uma ex-namorada e destruir a casa dela durante uma briga em Los Angeles, no dia 23 de junho. O rapper de 37 anos encara cinco ações criminais – uma por violência doméstica, quatro por vandalismo -, mas não foi preso. As informações são da CNN.

50 Cent já foi preso com porte de drogas. Veja lista com outros artistas que também tiveram problemas com a polícia.

O rapper, cujo nome de batismo é Curtis Jackson, negou as acusações nesta sexta, 5, através do advogado dele, Scott Leemon, que divulgou um comunicado para a imprensa. “É importante notar que o Senhor Jackson não foi preso e não há mandado para a prisão dele”, disse Leemon. “Nós estamos em contato com o escritório de Procuradoria da cidade de Los Angeles e eles estão conduzindo uma investigação própria. Em respeito ao processo legal, nós não faremos nenhum outro comentário neste momento.”

50 Cent teria quebrado candelabros e revistado o quarto da ex. Os investigadores estimam que os danos na propriedade chegam a US$ 7,1 mil. Ele deverá comparecer à Corte Superior de Van Nuys, na Califórnia em 22 de julho.

Se condenado por todas as cinco acusações, ele pode ser punido com cinco anos de prisão e terá que pagar uma quantia de US$ 46 mil.

50 Cent, contudo, se mostrou despreocupado e fez piadas no Twitter. “Eu não fui preso, mas, se eu for, levarei esse piano comigo”, escreveu ele, entre outros tuites. O rapper também retuitou uma publicação de um fã que dizia: “sua ex é uma vadia estúpida!”