6 músicas para evidenciar a maturidade da carreira solo de Harry Styles [LISTA]

Músico completa 27 anos nesta segunda, 1

Isabela Guiduci | @isabelaguiduci Publicado em 01/02/2021, às 14h03

None
Harry Styles (Rich Fury/Getty Images for Spotify)

Harry Styles completa 27 anos nesta segunda, 1 de fevereiro. Em mais de 10 anos de carreira, acompanhamos a evolução musical do amado cantor britânico - que foi, de fato, surpreendente e grandiosa.  

+++LEIA MAIS: Grammy 2021: 6 curiosidades sobre o disco indicado de Harry Styles, Fine Line

O músico começou a carreira aos 11 anos quando formou uma banda chamada White Eskimo com os amigos da escola. Aos 16, em 2010, o cantor participou do The X-Factor, programa que o juntou com os outros integrantes do One Direction.

É inegável que o One Direction trouxe Harry Styles, e os outros quatro integrantes, aos holofotes mundiais com o sucesso estrondoso da boy band ao longo dos 5 anos de atividade - o grupo conquistou números, recordes, prêmios e feitos incríveis.

+++ LEIA MAIS: Harry Styles não liga de não ser considerado másculo

Em 2016, após o anúncio oficial do hiato do One Direction, Styles começou a trabalhar em canções. No ano seguinte, lançou o disco de estreia da carreira solo, o Harry Styles(2017). O single do projeto, "Sign of the Times" rapidamente dominou a internet e foi bem-recebido pela crítica.

Harry Styles é um ótimo disco do músico e apresenta um pop consistente, flertes com o soft rock e uma maturidade surpreendente para um cantor que, anteriormente, havia se aventurado apenas no pop comercial e em composições em grupo com o One Direction.

"Meet Me in the Hallway", faixa que abre o primeiro disco, se apoia nos vocais inconfundíveis de Styles e traz uma sonoridade mista entre o melancólico e a potência da guitarra. A canção evidencia a disposição do cantor em construir uma carreira impecável, inspirada pelo pop e pelo rock, mas com uma identidade única.

+++LEIA MAIS: Bon Jovi acredita que o futuro da música está nas mãos de Harry Styles: ‘Ele é o cara’

Com Fine Line, segundo disco da carreira, lançado em 2019, Harry Styles se aventura ainda mais em novas sonoridades. O álbum é dividido em quatro partes: Side A, Side B, Side C e Side D - e em cada um, conhecemos um lado do cantor.

No Side A, composto pelas faixas "Golden", "Watermelon Sugar", "Adore You" e "Lights Up", relembramos a afinidade do músico com o pop comercial dançante - e são aquelas canções que você simplesmente não consegue tirar da cabeça.

+++LEIA MAIS: Harry Styles come esperma de bacalhau e escorpião para não responder perguntas constrangedoras

Enquanto no Side B, composto por "Cherry", "Falling", "To Be So Lonely" e "She", vemos muito da identidade musical do disco Harry Styles, com uma mescla de melancolia, letras tristes, violão, piano, e em "She", muita guitarra.

Na verdade, "She" é um convite para o Side C, que é o lado mais experimental do disco, com músicas bem diferentes das propostas anteriores e que evidenciam, mais uma vez, a evolução e amadurecimento musical de Harry Styles. São elas: "Sunflower, Vol. 6", "Canyon Moon" e "Treat People With Kindness". Para encerrar o álbum, no Side D, temos "Fine Line", uma música magistral e profunda. 

+++LEIA MAIS: 8 melhores momentos que Harry Styles provou ser um fofo com os fãs

Em Fine Line, vemos mais do trabalho impecável que Harry Styles se dispôs a fazer na carreira solo. Além dos números comprovarem a grandiosidade das canções, o músico também foi indicado ao Grammy Awards em "Melhor Álbum Pop Vocal" com o disco de 2019. 

Para celebrar o aniversário de 27 anos deHarry Styles e relembrar o melhor da carreira dele, listamos 6 músicas que evidenciam a maturidade da fase solo do músico:

"Meet Me in the Hallway"


"Kiwi"


"Woman"


"She"


"Treat People With Kindness"


"Fine Line"


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ PAI EM DOBRO | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL