7 fatos surpreendentes sobre Batman do Futuro, clássico de 1999 [LISTA]

Popular ente o fim dos anos 1990 e começo de 2000, o desenho carrega fatores inesperados sobre a história do Cavaleiro das Trevas nas animações

Redação Publicado em 29/03/2020, às 17h00

None
Batman do Futuro : (Foto: Reprodução)

Batman do Futuro foi um desenho exibido pelo canal pago Warner entre 1999 e 2000 que com certeza marcou a infância de quem gostava de HQs e super-heróis.

Apesar de ter durado apenas dois anos e três temporadas (quem lembra da época em que temporadas eram lançadas com essa agilidade?), a animação deixou uma boa marca na história das produções baseadas no personagem da DC.

Com essa nostalgia em mente, selecionamos 7 curiosidades surpreendentes sobre Batman do Futuro resgatadas pelo canal da WhatCulture Comics no YouTube.

Mas antes de começar a lista, mate a saudade dessa joia rara e assista abaixo à abertura.


Driblou a proibição de armas de fogo em desenhos

Logo no episódio piloto, um Bruce Wayne já idoso sofre um ataque cardíaco durante um resgate, e segundos antes de ser atacado pelos bandidos que tentava deter, pega um revólver que estava no chão ao lado dele, e aponta para os criminosos, que fogem.

Como todos sabem, isso vai na direção oposta da promessa feita pelo Cavaleiro das Trevas de nunca usar uma arma, e é depois disso que ele decide se aposentar de uma vez por todas, escolha que abre a porta para a introdução de Terry McGinnis, aprendiz de Wayne e novo Batman.

Na época, leis buscavam diminuir a exibição de armas de fogo em desenhos animados, mas os produtores conseguiram convencer a fiscalização a manter a cena, já que era crucial para o desenvolvimento do enredo.


Quase ganhou um live-action antes de Batman Begins

Com o sucesso do desenho, mas o fim dele, a Warner buscou qual seria o próximo passo a dar com a franquia, e claro que a ideia principal foi: fazer um live-action. O fracasso de Batman & Robin (1997) serviu ainda para reforçar de que esse seria uma boa opção de novo rumo para o personagem em 2000.

Mas após imprevistos e a decisão de tomar um outro caminho, o universo cinematográfico do DC recebeu, ao invés do Batman do Futuro, o aclamado Batman Begins, primeiro longa da trilogia de Christopher Nolan.


O desenho ganhou um spinoff - muito menos conhecido

Zeta, um robô que consegue mudar de aparência e vilão de apenas um episódio do desenho, ficou tão popular graças ao breve arco de redenção que protagonizou, que decidiram dar a ele um programa próprio.

A máquina vai de vilã a pacifista quando descobre que um das vítimas que executou, na verdade, não havia cometido crime algum e era inocente, então decide fugir disfarçada da organização que a desenvolveu e nunca mais usar uma arma.

Projeto Zeta acompanhou o robô em uma trama de constante fuga inspirada pelo filme O Figitivo (1993), estrelado por Harrison Ford.


Buffy a Caçadora de Vampiros foi uma grande inspiração

Após uma primeira temporada focada no combate de Terry contra organizações corruptas, os criadores perceberam que faltava no desenho um certo apelo mais infanto-juvenil.

Para isso, buscaram em Buffy a Caçadora de Vampiros, série popular em 1997, inspiração para acreacentarem elementos voltados a dramas vividos por adolescentes durante a época do ensino médio. E isso de fato funcionou!


O desenho veio antes da HQ

Batman do Futuro é um dos poucos casos em o personagem apareceu antes no desenho animado do que nas páginas das HQs da DC. Por ser um protagonista presente exclusivamente em arcos de história criados para a televisão, Terry só entriou de fato para o universo dos quadrinho da DC em 2010, em Batman 700.

A versão tecnológica e futurista do Cavaleiro das Trevas surgiu nas revistas como uma tentativa da editora de aumentar a popularidade do novo herói. E o mais curioso disso tudo, é que nas HQs, Terry não é treinado por um Bruce Wayne velho, mas sim pelo filho dele, Damian Wayne, que assume o uniforme do morcego após a morte do pai 


Filho do Superman como líder de Apokolips?

Em um arco da história que infelizmente não foi aprovado, Terry se uniria à Liga da Justiça para combater um alien vindo de Apokolips, planeta de origem de Darkseid, maior inimigo do Superman.

E o invador seria ninguém menos que o próprio filho de Clark Kent, nascido durante o período em que o pai teria sofrido uma lavagem cerebral no planeta e usado como escravo. O jovem, movido por vingança, decide atacar e conquistar a Terra.


Mulher-Gato seria a mãe de Terry, e ele, em clone?

Antes do cancelamento do desenho, os produtores já haviam traçado o rumo surpreendente que a vida pessoal de Terry tomaria, e uma das maiores descobertas que seriam reveladas com certeza surpreenderiam até os fãs mais atentos e especulativos: a Mulher-Gato seria a mãe do protagonista.

Seline Kyle também seria respnsável por uma série de clones de Bruce Wayne, e, aparentemente, o próprio Terry seria um deles.

Uma pena a animação não ter chegado até esse ponto. 


+++ TRAVIS SCOTT: O HYPE EM TORNO DELE REALMENTE FAZ SENTIDO?