7 filmes que mentiram sobre epidemias [LISTA]

Extrapolações da realidade sobre vírus e doenças no cinema contribuíram ao longo dos anos com a desinformação de muitos sobre surtos e como se proteger

Redação Publicado em 03/03/2020, às 13h47

None
Jude Law no filme Contágio (foto: reprodução Warner)

Os filmes sobre catástrofes viraram um sub-gênero bem popular em Hollywood, especialmente quando o desastre mostrado é causado por um vírus ou outro tipo de doença infectocontagiosa. Apesar do sucesso e quantidade, a maioria desses longa-metragem não tem compromisso nenhum com a realidade de epidemias como a do Coronavírus (COVID-19).

Por exemplo, nenhum vírus mata em segundos (como em Epidemia, de 1995) ou se espalha instantaneamente pelo ar (como Extermínio, de 2002). Até mesmo os filmes mais elogiados pela precisão científica têm exageros bizarros, como Contágio (2011), que mostra o vírus sendo isolado em duas semanas e vacinas sendo desenvolvidas em dois meses, o que não é nem metade do tempo que esses processos realmente levam.

+++LEIA MAIS: Fãs de 007 pedem para estreia de Sem Tempo Para Morrer ser adiada após surto de Coronavírus

Outros longa-metragem também tratam formas ineficazes de proteção como, por exemplo, usar máscaras hospitalares simples (Vírus, 2009), métodos que salvam a vida dos personagens.

Já outros, na necessidade de transformar o vírus em uma espécie de supervilão, o tornam super-inteligente: em Guerra Mundial Z(2013) os zumbis são capazes de detectar se uma pessoa não infectada sofre de doenças terminais ou não.

+++LEIA MAIS: Conheça o Superman comunista, nova animação da DC que teve a estreia cancelada por causa do Coronavírus

Ah, é não preciso dizer que nenhum vírus ou bactéria irá te transformar em zumbi, ao contrário do que mostram incontáveis filmes e séries. Além disso, não é o sangue de alguém imune (como em Eu Sou a Lenda, de 2007) que irá curar a humanidade inteira.

E se, por algum infortúnio, você for infectado, a maioria dos vírus pode ser combatida se tratada com cuidado e diagnóstico rápido e não irá te matar em uma cena dramática de vômitos e convulsões como em Contágio. O importante é não ser influenciado pelas obras e definitivamente não entrar em pânico. Relembre abaixo o trailer dos principais filmes mentirosos sobre surtos:


Epidemia (1995)

+++LEIA MAIS: Por que surto de Coronavírus pode ‘beneficiar’ a Netflix?


Extermínio (2002)


Contágio (2011)


Vírus (2009)

+++LEIA MAIS: Gwyneth Paltrow posta foto sobre Coronavírus e é criticada por suposta piada; veja reações


Eu Sou a Lenda (2007)


Planeta dos Macacos: A Origem (2011)

+++LEIA MAIS: Coronavírus: BTS pede aos fãs para evitarem futuros shows do grupo


Guerra Mundial Z (2013)


+++ KAROL CONKA NO DESAFIO 'MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO'