7 momentos marcantes do documentário de Billie Eilish, The World's A Little Blurry [LISTA]

A produção está disponível na Apple TV e traz dificuldades e acontecimentos da vida da cantora

Marina Sakai | @marinasakai_ (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 03/03/2021, às 18h20

None
Poster do novo documentário de Billie Eilish: The World a Little Blurry (Foto: Reprodução)

Uma das maiores estrelas do pop atual, Billie Eilish conquistou o mundo com suas melodias e ritmos medonhos. O novo documentário da Apple TV, Billie Eilish: The World's A Little Blurry, dirigido por R.J. Cutler, acompanha a cantora desde o sucesso do primeiro hit, "ocean eyes", até o Grammy 2020.

Também por ser adolescente, Billie vai a todos os lugares na companhia dos pais e do irmão, Finneas O'Connell, produtor e co-compositor das músicas. O documentário traz sensação de vídeo caseiro e momentos íntimos da família e da cantora.

+++LEIA MAIS: Documentário de Billie Eilish revela detalhes sobre namoro secreto da cantora - e por que o terminou

Separamos algumas das cenas mais marcantes de The World's A Little Blurry; confira!


Bastidores

A primeira seção do documentário mostra Billie e Finneas enquanto trabalham no disco de estreia da cantora. É uma parte divertida para entender os bastidores de When We All Fall Asleep, Where Do We Go? (2019).

+++LEIA MAIS: Billie Eilish revela que gravou o segundo disco na quarentena

Detalhou as primeiras inspirações para algumas das canções, muitas vindas do caderno de desenhos de Billie. O processo de composição e produção em parceria com o irmão também ganhou destaque. Em particular, é interessante assistir à criação de "bury a friend," "bad guy," e a primeira música do disco, "!!!!!!!!"


Carteira de motorista

Às vezes, é difícil lembrar quantos anos Billie realmente tem por todo o sucesso da artista. Aos 17 anos, tirou a carteira de motorista. O filme registrou o momento e a felicidade da cantora, assim como o presente dos pais, o carro dos sonhos de Billie, um Dodge Challenger preto.

+++LEIA MAIS: Billie Eilish pede proteção judicial contra homem que a está perseguindo

Billie se animou ao conseguir a permissão para dirigir. Comparado ao resto da vida da artista, parece um acontecimento corriqueiro. Mas, assim como para outras jovens, a carteira significou independência e liberdade.


Coachella

O Coachella é um dos maiores festivais de música do mundo. Billie se apresentou em 2019 diante de uma plateia imensa. Katy Perry e Orlando Bloom foram aos bastidores para conhecer a artista e desejá-la boa sorte. Katy deu alguns conselhos a Billie, e Orlando a abraçou diversas vezes e disse o quanto ama as músicas dela.

+++LEIA MAIS: Billie Eilish se emocionou ao ver documentário sobre a própria vida

Apesar de ter esquecido algumas letras durante o show, Billie tomou conta do palco e fez o público vibrar com alguns hits novos à época, como bad guy,” “when the party’s over” e “bury a friend.”


Paixão de infância se torna amigo

Não é segredo: Billie é obcecada pelo Justin Bieber. Desde criança, a cantora é apaixonada pela vida e trabalho dele e nunca se envergonhou de contar essa história em várias entrevistas e oportunidades.

+++LEIA MAIS: Grammy 2021: 6 músicas para entender Billie Eilish [LISTA]

Foi um sonho realizado quando Justin pediu para colaborar em um remix do single bad guy.” Depois, no Coachella durante o show de Ariana Grande, Billie e Justin se conheceram. A artista chorou muito ao abraçar o ídolo, quem se tornaria um amigo e mentor nos meses seguintes.


Coração partido

Uma das maiores revelações do documentário foi o relacionamento de Billie com o rapper Brandon Quention Adams, conhecido como 7: AMP. As filmagens acompanharam o namoro desde 2018 e, ao longo do sucesso da artista, problemas começaram a aparecer.

+++LEIA MAIS: Billie Eilish revela que novo disco poderá ter 16 músicas; saiba mais

Em diversos momentos, Billie reclamou da ausência de Brandon em momentos importantes e da falta de esforço por parte dele. Durante a turnê de When We All Fall Asleep, Where Do We Go?, Billie sentiu falta de aproveitar os momentos bons ao invés de pensar nas dificuldades do relacionamento.

Quando percebeu a infelicidade, Billie terminou com Brandon. Naquela noite, fez um show e cantou “i love you,” uma das músicas mais comoventes do disco. A cantora não conseguiu segurar as lágrimas e a plateia chorou junto com ela. É um dos momentos mais emocionantes do filme.


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


Billie também tem dias ruins

No mesmo dia do término, nos bastidores do show, Billie participou de um meet-and-greet com executivos de gravadoras e estava física e emocionalmente exausta. Frustrou-se com a quantidade de fotos a tirar e pessoas a conhecer e pediu à mãe para ir embora.

Mais tarde, leu um comentário nas redes sociais sobre a postura no evento, acusando-a de ter sido grossa. Billie se chateou com a expectativa do público e reclamou por não poder ter um dia ruim, nenhuma falha em um ambiente profissional.

+++LEIA MAIS: Como era a relação de Billie Eilish com os pais no início da carreira?


Grammy 2020

O primeiro Grammy de Billie foi histórico. A cantora foi indicada a seis categorias e ganhou cinco delas, incluindo algumas das mais importantes, como Álbum do Ano, Música do Ano e Artista Revelação. Finneas também se destacou e levou o prêmio de Produtor do Ano

O momento foi registrado no documentário e marcou o final da linha do tempo proposta em The World 's A Little Blurry. Neste ponto, Billie está solteira, é uma das artistas mais famosas do momento, tem o carro dos sonhos, construiu uma ótima relação com a família e termina o filme com a frase: “A vida é boa.”


+++ FBC E VHOOR REFLETEM SOBRE HIP-HOP: 'MÚSICA É PARA SER SENTIDA' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL