700 mil pessoas assinam petição para retirar especial de Natal do Porta dos Fundos da Netflix

A Primeira Tentação de Cristo traz Gregório Duvivier e Fábio Porchat como um casal

Redação Publicado em 11/12/2019, às 16h24

None
Fabio Porchat (Foto: Reprodução/Youtube)

Uma petição para retirar do ar A Primeira Tentação de Cristo, especial de Natal do Porta dos Fundos para a Netflix, alcançou 719 mil assinaturas nesta quarta, 11 (no fechamento desta nota, às 16h20). O abaixo-assinado foi criado por Alex Brindejoncy na última semana - e quase 30% das assinaturas foram realizadas hoje. 

A produção estrelada por Gregório Duvivier e Fábio Porchat é uma sátira da passagem bíblica que relata a volta de Jesus Cristo após passar 40 dias no deserto. No curta, ele retorna para ver a família com um namorado - e também para descobrir que seu pai de verdade é Deus.

+++ LEIA MAIS: Deputado se revolta com Jesus gay em especial de Natal da Netflix: "Chacota à fé"

As piadas religiosas geraram revolta. Na terça, 10, o deputado federal Julio Cesar (Republicanos / DF) anunciou publicamente sua indignação. "Estou cancelando hoje, a minha assinatura da Netflix por conta desse especial. Estão encenando que Nosso Senhor Jesus seja homossexual. Inadmissível", escreveu o político, ativo na defesa evangélica. 

A página do abaixo-assinado trouxe, na sessão de comentários, algumas opiniões parecidas. “Pelo fim do escárnio e desrespeito com a fé da Igreja Católica, e especialmente com Deus,” escreveu um dos assinantes. “Sou cristã e considero um desrespeito à Nossa Senhora e Jesus, atingindo todos os cristãos,” opinou outra.

+++ LEIA MAIS: Vestidos de personagens bíblicos, Porta dos Fundos reage às cenas sexuais de Lucifer; assista

Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristoestá disponível para streaming na Netflix. 

+++ SCALENE SOBRE RESPIRO: 'UM PASSO PARA TRÁS, RESPIRAR E VER AS COISAS DE UMA FORMA NOVA'