8 coisas que você não sabia que aconteceram com Luke Skywalker entre Star Wars: Uma Nova Esperança e Império Contra-Ataca

O herói de Star Wars teve várias missões e aventuras entre os dois filmes, contadas em livros e HQs

Redação Publicado em 03/08/2020, às 11h00

None
Mark Hamill como Luke Skywalker em O Império Contra-Ataca (foto: reprodução/ Lucasfilm)

 Star Wars é um universo gigante, com diversas aventuras e histórias que se passam fora do que é contado nos filmes. Aliás, várias dessas narrativas tem a participação dos personagens principais da franquia, entre eles Luke Skywalker. 

O site CBR.com reuniu algumas curiosidades sobre a vida do herói e o que ele fez durante o período que separa Uma Nova Esperança  (1977) e O Império Contra-Ataca (1980). Listamos algumas abaixo.


Treinou no templo Jedi de Eedit

Logo após os eventos de Uma Nova Esperança, Luke começa a ter visões de um templo Jedi localizado no planeta Devaron - um lugar conhecido como Templo de Eedit. Na esperança de aprender mais sobre os caminhos dos Jedi, Luke viaja para Deveron, onde localiza uma entrada secreta do templo e desliza para dentro.

+++LEIA MAIS: Star Wars: Como os filmes realmente deveriam chamar? Fã faz mudança e o resultado é hilário

Lá, Luke treina com três droides de controle remoto, afiando a técnica com um sabre de luz. Eventualmente, Luke é perseguido pelo império em Eedit, mas escapa por pouco depois de prometer voltar e continuar o treinamento um dia no futuro.


Encontrou diários de Obi-Wan em Tatooine

Após a morte de Obi-Wan no episódio IV, Luke ficou sem um mentor para guiá-lo nos caminhos da Força. Sem professor, o herói decide procurar a cabana abandonada de Obi-Wan em seu planeta natal, Tatooine. Lá, ele descobre uma série de diários escritos pelo próprio eremita, permitindo que o jovem Skywalker  continue o treinamento e desenvolva mais habilidades.

+++LEIA MAIS: Scott Pilgrim: 7 detalhes perdidos que você (provavelmente) não percebeu no filme que se tornou cult


Procurou pelo templo Jedi em Coruscant

Além dos diários, Luke também procurou o extinto templo Jedi em Coruscant. InfelizmentE, Luke nunca chegou ao palácio, pois o planeta era guardado de perto pelo império, exigindo as habilidades de um contrabandista experiente.

+++LEIA MAIS: Karl Urban, de The Boys, está em Star Wars - e você provavelmente não percebeu


Foi forçado a lutar até a morte em um poço de gladiador

Muito antes de sua briga com o rancor no palácio de Jabba, Luke abriu caminho por outra arena de gladiadores para divertir um membro diferente dos Hutts: Grakkus. Este evento ocorreu na HQ Star Wars Vol 2 (# 10), depois de ser capturado na Lua dos Contrabandistas, ao contatar o bandido Nar Shaddaa para tentar viajar a Coruscant.

+++LEIA MAIS: Entenda o final de The Boys: 'surto' de Homelander e gancho imperdível para 2ª temporada

O jovem Skywalker foi então jogado em um poço de combate e forçado a se envolver com um monstro gigante conhecido como Kongo, o Estripador - uma criatura das minas de Mustafar.


Adquiriu um segundo sabre de luz

No romance autorizado Herdeiro dos Jedi, da coleção Star WarsLegends, Luke é enviado ao Planeta Rodia pelo Almirante Ackbar. A missão dele? Abrir uma linha secreta de suprimentos para a Aliança Rebelde.

+++LEIA MAIS: Taika Waititi já começou a trabalhar em novo Star Wars

Depois de chegar em Rodia, Luke se relaciona com uma mulher chamada Leneet Chekkoo - a sobrinha de um cavaleiro Jedi morto chamado Huulik. Juntos, eles descem ao túmulo de Huulik depois de serem atacados por um monstro onde Leneet presenteia Luke com o sabre de luz do tio.


Lutou contra caçadores de recompensa para salvar um Imperial

Também fora das páginas de Herdeiro dos Jedi, Luke enfrenta uma horda de caçadores de recompensas de Rodian que vieram reivindicar o preço na cabeça de Drusil Beporin - um imperial que desertou para a aliança. 

+++LEIA MAIS: O melhor e o pior de Taika Waititi, novo diretor de Star Wars

Luke luta contra os caçadores e é forçado a usar a Força para derrotá-los, e é neste momento que Drusil sente a batalha interior do jovem Skywalker com sua própria luxúria pelo Lado Sombrio.


Conheceu os guerrilheiros sobreviventes de Saw Gerrera em Jedha

Após a destruição da cidade de Jedha, Luke, Han Solo e Leia Organa viajaram para o planeta destruído para recrutar os partidários de Saw Gerrera de volta à rebelião. A cidade em si foi destruída pela Estrela da Morte antes dos eventos de Uma Nova Esperança, mas os partidários ainda estavam escondidos no planeta vivo.

+++ LEIA MAIS: Star Wars com Taika Waititi: tudo o que já sabemos sobre o novo filme

No entanto, quando o trio se reuniu com os guerrilheiros, eles rejeitaram a oferta de se juntar à rebelião. Quando questionados por que, os guerrilheiros alegaram que era porque os rebeldes não tinham coragem de fazer o que era necessário para derrotar o império.


Cortou o braço mecânico de Darth Vader

Na verdade, Luke encontrou o pai em uma batalha no templo de Pomojema, no planeta Mimban. O duelo ocorreu durante uma missão diplomática com a princesa Leia para descobrir um poderoso cristal kyber que aprimora a força do usuário.

+++LEIA MAIS: Star Wars: Qual é a idade de Luke Skywalker na trilogia original?

Darth Vader também estava atrás do cristal, resultando em uma situação em que Luke e Leia lutaram contra o Lorde das Trevas dos Sith. O fantasma da força de Obi-Wan guiou a mão de Luke, permitindo que o garoto superasse o pai e cortasse o braço mecânico dele, fazendo Vader cair em uma cova.


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS