Pulse

How I Met Your Mother: 8 provas de que Ted Mosby é uma pessoa péssima

Em diversos momentos de How I Met Your Mother, o protagonista mascara o machismo com atos românticos

Julia Harumi Morita Publicado em 08/09/2019, às 17h00

None
Ted Mosby. (Foto: How I Met Your Mother / Reprodução)

[Atenção: essa publicação tem spoilers de How I Met Your Mother]

Ted Mosby é aquele cara sem medo de assumir que está apaixonado e de se entregar aos sentimentos. Ele larga tudo para fazer loucuras, desde roubar uma trompa azul de um restaurante até surpreender a amada com um apartamento inteiro decorado com luzinhas de natal ao som de “Highway to Hell”. Enfim, Ted é aquele cara bonzinho.

Bonzinho até demais. Ao ponto de todas as mulheres por quem se apaixonou estarem terrivelmente erradas ao partirem seu delicado coração.

A verdade é que Ted passou anos criando uma história de amor ideal e colocou todas as expectativas irreais que tinha em cima das mulheres que demonstraram o mínimo de afeto por ele - às vezes, em cima das que não demonstraram também. Ele faz de tudo para ter a mulher ideal, mesmo que para isso precise machucar as pessoas ao redor dele.

A realidade sobre o personagem não é notada logo de cara, pois ele é o protagonista de How I Met Your Mothere mostra todas as situações do seu ponto de vista. E, talvez, o fato de aparecer ao lado de Barney Stinson, o caricato hétero machista, tenha mascarado o que Ted realmente é: um boy lixo.

Começando com o fato que ele decide categoricamente achar mulher de sua vida quando seu melhor amigo Marshall decide casar com Lily, a mulher com quem namora há anos. A partir disso, ele passa as nove temporadas da série contando as aventuras amorosas que o levaram a conhecer a mãe de seus filhos, que curiosamente, a maioria das pessoas não lembra do nome.

Por isso, listei oito motivos que tornam Ted Mosby o verdadeiro boy lixo ou chernoboy, como preferir:

Desesperado por um amor


No primeiro episódio da série já é possível ver que Ted não sabe controlar os sentimentos quando o assunto é a vida amorosa. No primeiro encontro com Robin, os dois vão a um restaurante e ela fica fascinada com a icônica trompa azul. No mesmo dia, Ted volta para restaurante, rouba o instrumento e o entrega para Robin junto com um equivocado “eu te amo”. (1x01)

O ideal de felicidade do Ted é uma casa grande com os filhos e a esposa. E tudo isso tem que se realizar antes que ele fique ‘velho demais’. Ele quer tanto este sonho que manipula situações e acelera o tempo natural das relações, como quando ele pede Stella em casamento sem ao menos saber qual a cor dos olhos dela. (4x01)

Ted coloca Robin em um pedestal e romantiza tudo sobre ela, ignorando a realidade de que os dois são pessoas com objetivos, gostos e emoções diferentes. Mesmo dizendo que não o ama, mesmo casando com Barney e mesmo ele tendo vivido uma linda história de amor com Tracy, a mãe de seus filhos, a série acaba com Ted se declarando - novamente - para Robin com a trompa azul.


Palestrinha


Logo depois do desespero, esta é a característica mais perceptível de Ted. O cara é super inteligente, cita passagens de livros, ouve música clássica, conhece a etimologia das palavras. Tudo isso seria incrível, se ele não usasse seu conhecimento para constantemente corrigir as pessoas e aproveitar de todas as brechas possíveis para mostrar sua suprema sabedoria superior. 

Atitude pretensiosa de Ted pode ser vista em qualquer episódio com flashback para o tempo de faculdade, em que ele é literalmente a definição de boy lixo de humanas. Ela também pode ser vista no episódio Intervenção (4x04), no qual menciona o hábito do personagem de corrigir os outros, e no episódio Robôs vs Lutadores (5x22), neste ele chega trocar os amigos por uma sofisticada festa com pessoas do seu nível intelectual.


Apenas um boy lixo


Quando percebe que não possui mais nenhuma pretendente na sua lista de possíveis futuras esposas, Ted procura Natalie, com quem namorou três anos antes do piloto da série. O primeiro episódio da quarta temporada se resume em Ted convencendo Natalie a perdoá-lo por terminar o antigo relacionamento no dia do aniversário dela. 

Depois de muita insistência, ela cede e os dois retomam o namoro. Não bastando ir atrás dela apenas quando não tinha mais uma opção, em menos de um mês Ted termina novamente o relacionamento no dia do aniversário dela, afirmando que ela não é a mulher ideal para ele.


The Lemming 


Dentro do pouco conhecido vocabulário que define as atitudes machistas de um homem, existe o termo “The Lemming”. Segundo uma matéria do Uol, o lemingue é um animal solitário que só se envolve com outros da espécie para reproduzir. A expressão é usada para indicar alguém disposto a trocar o parceiro pela pessoa que ela realmente gosta e que não estava disponível até então.

Na teoria, parece difícil que alguém consiga ser tão frio a este ponto, mas o romântico Ted Mosby conseguiu fazer isso e ainda se livrou da culpa ao transformar a atitude insensível em uma frase bonita, compartilhada nas redes sociais como uma lição de vida. “Nada de bom acontece depois das duas da manhã” é apenas uma desculpa para ser um boy lixo.

Ainda na primeira temporada (1x18), Ted mantém um relacionamento a distância com Victoria, que vai para a Alemanha estudar culinária, mas ele está convencido de que o namoro vai acabar em breve. Com isso em mente, Ted vai para o apartamento de Robin, sabendo que ela confessou para Lily que tem sentimentos por ele. Por sorte, Robin atende o celular de Ted e descobre que ele estava disposto a dormir com ela antes de terminar com Victoria e pede para ele tomar a atitude certa em relação a situação, ou seja, não manter um relacionamento por conveniência. 


A Tentativa de mudar Robin e Stella 


Com o decorrer da série, Ted desenvolve novas formas de expressar o machismo enraizado nele, como mudar pequenos aspectos e hábitos das mulheres com quem namora. No segundo 16º episódio da segunda temporada, Ted descobre que todos os cachorros de Robin, que no total são cinco, foram presentes de ex-namorados. 

Com ciúmes do apego que mostra aos animais, que na cabeça dele pode estar relacionado com os antigos parceiros, Ted pede que ela dê os cachorros. Robin ainda concorda e deixa seus bichinhos de estimação com a tia, para compensar o esforço de Ted de jogar fora antigos objetos dados por ex-namoradas.

Já na quarta temporada, Ted repete o mesmo comportamento quando namora com a médica Stella, que mora em Nova Jersey. Devoto de Nova York, Ted sugere que Stella se mude junto com a filha para a caótica metrópole e deixe para trás a confortável e tranquila rotina do estado vizinho. (4x03)


Como transformar um não em um sim



São tantos erros cometidos por Ted em How I Met Your Mother que fica difícil citar todos os episódios, mas tem um em especial que merece ser destacado. Na terceira temporada, o capítulo 13 intitulado de “Stella” narra a primeira aparição da médica na vida de Ted.

Apesar de saber da existência do código de ética norte-americano que proíbe médicos de sair com seus pacientes, Ted ensina seus filhos como transformar um não em um sim. Até mesmo o Barney diz para o amigo que “não dá para transformar um não em um sim”, mas Ted segue o péssimo conselho de Robin e conclui que se ele insistir uma hora ela vai ter que dizer sim.
E mais uma vez, a atitude de Ted é encoberta por uma cena romântica. Neste caso, sabendo que Stella não tem tempo para sair, por causa da rotina de médica, ele prepara um encontro relâmpago de dois minutos com direito a almoço e cinema ao ar livre. No final do episódio ele diz: "E é assim, crianças, que se transforma um não em um sim".


Transfobia 


A série como um todo prática a transfobia e faz piada com as mulheres trans. No nono episódio da segunda temporada Ted imagina situações que estragariam a amizade de alguma parceira dele com Barney, Lily, Marshall, e Robin. Em uma das visões, Ted diz que vai ao banheiro e a companheira diz para os amigos dele  “Aposto que ele vai para o mictório. É, eu lembro quando tinha um pênis”. (Sim, infelizmente era para ser uma piada).

Em outro momento, ele visualiza um casamento desastroso com Robin, em que ele diz “eu te amo” e ela responde “eu costumava ser um cara”(3x08). Ele ainda sugere uma ‘brincadeira’ de descobrir quem é cis e quem é trans, quando um grupo de modelos está no escritório onde trabalha. (6x20)


3x Talarico



Além de não ter consideração com os sentimentos da mulheres com quem sai, Ted também não foi nada responsável com as emoções de três homens na série. Seguindo a ordem cronológica, o primeiro ato fura-olho acontece na sexta temporada. Ted se aproxima de Zoey ao mesmo tempo que cultiva uma amizade com o marido dela, o Capitão, para mostrar que é um bom rapaz. E claro, o plano não funciona e Ted começa a namorar com Zoey após o divórcio. (6x17)

Na sétima temporada, uma das primeiras namoradas de Ted na série volta para a narrativa. Victoria abandona seu casamento depois de reencontrá-lo.  Ted beija Victoria, mesmo sabendo que ela está noiva e a ajuda fugir da igreja. Mais tarde, ele convida o noivo dela para morar temporariamente com eles, como uma forma de ato heróico. (7x24)

O último e o único amigo de verdade atingido pelos impulsos quase obsessivos de Ted é o Barney. No 22º episódio da nona temporada, Robin fica nervosa quando não consegue achar um velho medalhão de família que pretendia usar no casamento e Ted faz de tudo até encontrá-lo. Apesar de Ted não ter a intenção de causar dúvidas em Robin, que fazia questão de ter o medalhão encontrado pelo noivo, ele insiste em fazer gestos românticos para a amiga e isso faz Robin repensar o casamento.