8 títulos de filmes que não fazem (o menor) sentido em português [LISTA]

É inevitável: Alguns nomes perdem completamente o nexo ao serem traduzidos para outra língua

Redação Publicado em 03/05/2020, às 12h00

None
Montagem com Curtindo a Vida Adoidado e Apertem os Cintos... O Piloto Sumiu (Foto: Reprodução via IMDB)

Traduzir o título de um filme não é uma tarefa fácil, até porque algumas palavras não se encaixam tão bem na nossa língua. Além disso, expressões que são comuns lá fora podem simplesmente não existir no Brasil e vice-versa.

+++LEIA MAIS: 6 filmes geniais que quebram regras básicas do cinema [LISTA]

No entanto, alguns nomes em especial perdem completamente o nexo ao serem adaptados para o português, enquanto outros ficam toscos ou desnecessários. Por outro lado, há os que são extremamente criativos... Até demais!

+++LEIA MAIS: 6 filmes para assistir em um encontro virtual durante o coronavírus [LISTA]

Confira, abaixo, 8 títulos de filmes que não fazem (o menor) sentido em português:

Os Brutos Também Amam (1953)

Título original: Shane

Título literal: Shane

Ah, tá tudo bem achar que um título com o nome do protagonista é brega, mas Os Brutos Também Amam não me parece uma boa saída. É como um nome "pastelão" para um dos maiores clássicos de faroeste comandado por George Stevens.

+++ LEIA MAIS: Kill Bill, Rambo e Pulp Fiction: os 7 filmes mais sangrentos já produzidos [LISTA]


A Noviça Rebelde (1965)

Título original: The Sound of Music

Título literal: O Som da Música

Hoje em dia, é difícil criticar o título de um filme clássico, porque ele já pertence ao nosso imaginário. A Noviça Rebelde é um nome marcante, sim, mas talvez equivocado. Rebelde não é o melhor dos adjetivos para descrever Maria, interpretada por Julie Andrews. Ainda assim, devemos concordar que os tradutores foram longe com a criatividade.


Noivo Neurótico, Noiva Nervosa (1977)

Título original: Annie Hall

Título literal: Annie Hall

Woody Allen já viveu inúmeros personagens neuróticos no cinema, mas este não é o foco deste filme em específico. Trata-se de uma grande história de amor entre um humorista judeu divorciado e uma aspirante a cantora. Nervosa também não é um bom adjetivo para representar Annie Hall, interpretada por Diane Keaton.

+++ LEIA MAIS: 5 projetos incríveis de Tarantino que nunca saíram do papel - mas deveriam ter [LISTA]


Apertem os Cintos... O Piloto Sumiu (1980)

Título original: Airplane

Título literal: Avião

As comédias com Leslie Nielsen sempre estiveram repletas de sátiras e paródias, presentes até nos títulos mais simples. Como "Avião" tornou-se Apertem os Cintos... O Piloto Sumiu? Da mesma forma que "A Arma Nua: dos Arquivos do Esquadrão de Polícia" tornou-se Corra Que a Polícia Vem Aí!


Gatinhas e Gatões (1984)

Título original: Sixteen Candles

Título literal: Dezesseis Velas

Gatinhas e Gatões gira em torno do aniversário de 16 anos de Samantha Baker, interpretada por Molly Ringwald, então o título original do filme, "Dezesseis Velas", descreve melhor o conceito da trama, não?

+++ LEIA MAIS: Netflix passa a valer quase US$ 1 trilhão durante pandemia de coronavírus


Curtindo a Vida Adoidado (1986)

Título original: Ferris Bueller's Day Off

Título literal: O Dia de Folga de Ferris Bueller

Curtindo a Vida Adoidado também é um clássico, e seria difícil imaginar o filme com outro nome. "O Dia de Folga de Ferris Bueller", talvez, não tivesse o mesmo impacto. Mas podemos pensar que tem alguém pior que a gente: em Portugal, o filme foi traduzido como O Rei dos Gazeteiros.


Entrando Numa Fria (2000)

Título original: Meet the Parents

Título literal: Conheça os Pais

Aqui temos um caso clássico de tradutores que não imaginavam a possibilidade do filme ganhar uma sequência. Mas elas vieram, e títulos como Entrando Numa Fria Maior Ainda e Entrando Numa Fria Maior Ainda com a Família vieram junto (e, convenhamos, são péssimos de SEO).

+++ LEIA MAIS: As 58 estreias da Netflix em maio de 2020: Annabelle, Outlander, trilogia Batman e mais


Se Beber, Não Case! (2009)

Título original: The Hangover

Título literal: A Ressaca

O título Se Beber, Não Case! é até divertido e funciona super bem para o público brasileiro. Além disso, a dica é muito boa. Mas aí vieram as sequeências da franquia e, de repente, a trama não tinha nada a ver com casamento.

 


+++ RUBEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL