Pulse

9 vezes inacreditáveis em que Batman e Coringa trabalharam juntos [LISTA]

Até mesmo os arqui inimigos mortais da DC colocaram suas diferenças de lado e agiram juntos por um objetivo comum

Vinicius Santos Publicado em 21/09/2019, às 13h00

None

Existem poucas inimizades tão acaloradas nos quadrinhos quanto aquela entre BatmanCoringa. Um é o completo oposto do outro: seriedade contra zombaria, sem cor contra cores berrantes, razão contra loucura, ordem contra caos. Porém, nesses 80 anos de histórias do Homem-Morcego, já houve diversas vezes onde ele e o Palhaço do Crime trabalharam juntos.

É claro que ambos os personagens não gostam quando precisam colocar as diferenças de lado, e quase se matam várias vezes ao invés de se ajudar, mas uma coisa é certa: quem quer que seja o inimigo deles após se unirem está em péssimos lençóis. Listamos abaixo nove ocasiões onde o Cavaleirodas Trevas e o Coringa cooperaram.


Quando ambos precisavam de uma cura

Na história aclamada pela crítica Batman: Europa, de Brian Azzarello, o Homem-Morcego e o vilão são infectados pelo fatal vírus Colossus. Ambos decidem procurar juntos a cura, em uma caça ao tesouro pela Europa no melhor estilo Código da Vinci ou Indiana Jones. Eles criam um elo interessante devido ao sofrimento mútuo por causa do vírus, mas, uma vez curados, a inimizade retorna na hora.


Quando o Coringa foi incriminado pela morte do Pinguim

Nessa história no número 191 da revista Os Bravos e os Destemidos, o Pinguim foi assassinado e o Coringa convence o alter-ego de Bruce Wayne que foi incriminado pelo crime. Ambos investigam e descobrem que o vilão mafioso forjou a própria morte para raptar um cardeal católico. Vale a pena conferir a história, caso você queria ver o Pinguim disfarçado como uma freira.


Quando ambos brigaram com o Caveira Vermelha

No crossover Batman & Capitão América, os heróis da Marvel e da DC se uniram contra os dois rivais. Porém, o Coringa se aliou ao Caveira Vermelha sem ter exatamente a noção de que o vilão era um nazista. Ao descobrir, o palhaço se vira contra o líder da Hydra, numa demonstração bizarra de patriotismo americano, e ajuda os heróis a prendê-lo.


Quando Batman e Coringa viraram um

Na história do reboot dos Novos 52 Fim dos Tempos, a inteligência artificial do futuro chamada Irmão Olho de alguma forma fundiu o intelecto do Batman e a maldade do Coringa (ah, e os corpos também) em uma forma cibernética, o Coringa-morcego. Felizmente, Terry McGinnis, o Batman do futuro, conseguiu destruiu a aberração.


Quando o Coringa foi caçado pelo Justiceiro

Em outro crossover com a Marvel,Justiceiro e Batman - Cavaleiros Mortíferos, o Morcego salva a vida do Coringa quando ele está prestes a ser morto por FrankCastle. Batman diz para o palhaço fugir do Justiceiro enquanto os vigilantes brigam, em mais um exemplo de como o herói leva a sério a regra de não matar ninguém.


Quando o Coringa se passou por um detetive

Na publicação Batman & Robin, de Grant Morrison, Bruce Wayne supostamente está morto, então Dick Grayson, o Asa-Noturna, assume o capuz do Morcego e Damian Wayne torna-se o Robin. Durante alguns volumes da revista, a dupla dinâmica recebe a ajuda de Oberon Sexton, um autor de romances policiais e detetive, que na verdade é o Coringa.

Ao descobrir que o Batman original estava morto, o Coringa ficou sem razão para viver. Então matou Oberon e roubou sua identidade para ajudar o novo herói a lutar contra um grupo de assassinos, e ter um propósito novamente. Não satisfeito com Bruce Wayne, o Coringa trabalhou junto com dois Batman.


Quando a Liga da Justiça do Arkham foi formada

No arco dos quadrinhos Ligas da Justiça, vários membros da Ligada Justiça da América formaram versões próprias versões do time. A Mulher-Maravilha formou a Ligada Justiça dasAmazonas, o Aquaman juntou a Liga da Justiça de Atlantis, e por aí vai. Uma dessas equipes era a Ligada Justiçado Arkham.

Formada por diversos heróis e vilões de Gotham, a Liga do Arkham se dissolveu imediatamente após lidar com um plano para envenenar a água da cidade.


Quando o Coringa atormentou (e ajudou) o Batman do além-túmulo

Indo para os games do Homem-Morcego, em Batman: Arkham Knight o Coringa está morto, mas a última vilania dele em vida foi infectar o Batman e vários outros com o próprio sangue que continha uma doença fatal.

Apesar do Batman conseguir se curar da doença, ainda restava um pouco de Coringa nele, e esse lado veio a tona após o herói inalar o gás do medo do Espantalho. Uma visão do Coringa passa a assombrar Bruce Wayne durante o decorrer do jogo, e luta para tomar controle do corpo do Morcego, mas ocasionalmente oferece uma ajuda ao jogador com comentários engraçados e úteis.