A curiosa certidão de óbito de Kurt Cobain: suicídio ou homicídio? [FLASHBACK]

Há 27 anos, o corpo do vocalista do Nirvana foi cremado e o documento foi emitido

Redação Publicado em 14/04/2021, às 19h22

None
Kurt Cobain (Foto: AP Images)

Há 27 anos, em 14 de abril de 1994, o corpo de Kurt Cobain foi cremado e a certidão de óbito emitida. O vocalista do Nirvana foi encontrado na casa dele em Seattle (EUA) com uma espingarda ao lado do corpo e um ferimento na cabeça. Na cena, também havia uma carta de suicídio. 

Algumas teorias, contudo, tentam comprovar que a morte de Cobain não foi um suicídio. Essa é a opinião do detetive particular Tom Grant, contratado por Courtney Love, esposa do cantor, para encontrá-lo após o desaparecimento da reabilitação. Grant acredita em um homicídio, especificamente desconfia de Love como uma das articuladoras da conspiração.

Kurt Cobain's Death Certificate

Certidão de óbito de Kurt Cobain. Foto: Reprodução/ site Kurt Cobain Suicide Note

+++LEIA MAIS: Relembre últimos dias de Kurt Cobain: intervenção, reabilitação e mais [FLASHBACK]

Grant estudou a carta de suicídio e concluiu: era um anúncio da intenção de deixar Courtney Love, Seattle e a indústria da música. Segundo ele, apenas algumas linhas na parte inferior implicam suicídio, isto é, não foram escritas por Cobain. 

Outros especialistas discordam da hipótese. Alguns peritos concluíram que as caligrafias são iguais e a carta foi escrita inteiramente pelas mãos de Cobain, outros tiveram resultados inconclusivos.

+++LEIA MAIS: Por que Courtney Love foi presa dois dias depois da morte de Kurt Cobain?

O segundo argumento de Grant é o nível de heroína no sangue do cantor. Três vezes a dose letal, Cobain não teria conseguido injetar tamanha quantidade e, depois, cometer suicídio. Para Grant, a droga foi usada por outra pessoa para incapacitá-lo antes do tiro de espingarda.

Richard Lee foi o primeiro a duvidar do suicídio. Uma semana após a morte, o primeiro episódio da série Kurt Cobain Was Murdered (Kurt Cobain Foi Assassinado, em tradução livre) foi ao ar. Várias contradições nos relatórios policiais foram argumentadas por Lee, mas sem respostas completas.

+++LEIA MAIS: 27 anos sem Kurt Cobain: relembre a carreira e morte do ex-Nirvana

Apesar de todas as teorias, policiais de Seattle e até o empresário do Nirvana da época desmentiram a conspiração e mantiveram a morte como suicídio. Sem muitas perguntas, a família de Cobain também aceitou esta versão da história ao longo dos anos.


+++ LAGUM | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL