"A literatura é como a cocaína, e a música é como a heroína", diz Iggy Pop

Ícone punk falou sobre o disco Préliminaires, em entrevista a agência de notícias francesa; obra conta com versão de “Insensatez”, de Tom Jobim

Da redação Publicado em 26/05/2009, às 18h18

Atualizada em 26/05, às 18h

Iggy Pop lançou nesta segunda-feira, 25, o disco Préliminaires, uma obra incomum em seu currículo. O álbum foi feito com influências do jazz de Nova Orleans, e inspirado no livro A Possibilidade de uma Ilha, do autor francês Michel Houellebecq.

Em entrevista à agência de notícias France Press, o ícone punk enalteceu a obra do escritor. "A literatura é como a cocaína, e a música é como a heroína: a primeira aguça o espírito, a segunda te idiotiza", declarou, acrescentando que "o livro de Houellebecq ilustra coisas que eu tinha em mente em relação ao sexo, à morte e ao sexo oposto".

"Na minha mente, estas seriam as músicas que ouço em minha alma quando leio o livro", explicou Iggy em vídeo publicado na internet no mês de março. A ideia do álbum surgiu quando Iggy foi convidado a compor faixas para um documentário sobre as tentativas, frustadas, de transformar A Possibilidade... em um filme.

Além do título em francês, Préliminaires conta com a faixa , "Les Feuilles Mortes ('Autumn Leaves')", cantada no idioma. "How Insensitive", versão para "Insensantez", de Tom Jobim, também faz parte do repertório.

Stooges

Iggy Pop pretende se reunir com James Williamson, antigo guitarrista dos Stooges, para apresentar o repertório do disco Raw Power (1973), informou o jornal The Australian.

O cantor se encontrou com o ex-companheiro na semana passada, depois de 30 anos. Williamson integrou o Stooges entre 1971 e 1974, quando a banda se separou. "Nós conversamos sobre fazer alguma coisa juntos. Raw Power seria o repertório", disse Iggy ao jornal.

A notícia chega cinco meses após a morte do guitarrista Ron Asheton, vítima de um ataque cardíaco. Ron já havia colaborado com trabalhos solo de Iggy e, em 2003, os dois anunciaram o retorno do Stooges, com o baterista original, Scott Asheton, irmão de Ron, e Mike Watt, do Minutemen, no baixo. Depois de uma turnê pelo mundo (que passou pelo Brasil em 2005), a banda lançou o inédito The Weirdness, em 2007.

Williamson entrou para o Stooges em 1971 - à época, Ron Asheton assumiu o posto de baixista deixado por Dave Alexander (que morreu poucos anos depois, em 1975). Ele escreveu as oito músicas de Raw Power em parceria com Iggy Pop. O disco foi mixado por David Bowie.

De acordo com a publicação, não há datas definidas para o encontro se concretizar - mas Iggy ainda deu mais um gostinho aos fãs, afirmando que Asheton deixou "seis ou sete músicas de ritmo energético'', inéditas.