A noite do R&B

O astro Ne-Yo inicia sua passagem pelo Brasil cantando na capital paulistana

Por Paulo Cavalcanti Publicado em 13/08/2010, às 12h35

Ne-Yo já compôs hits para Rihanna e Beyoncé
AP

Nesta sexta, 13, São Paulo recebe o cantor, compositor e ator Ne-Yo. O astro do R&B, cujo nome verdadeiro é Shaffer Chimere Smith, canta na Arena Anhembi, iniciando sua turnê brasileira. Falando ao telefone, ele diz que o show vai ter novidades e coisas mais familiares: "Devo antecipar algumas de Libra Scale, disco que só vai sair no mês que vem, além de cantar todas aquelas que os fãs esperam, como 'Sexy Love', 'So Sick', 'Because of You' e 'Closer'. Meus shows nunca são iguais, mas sempre tem muita diversão, dançarinos e alegria", afirma.

Ne-Yo nasceu no Arkansas em 1979, mas cresceu em Las Vegas, a meca do show business americano. Ele admite que isso foi primordial para seu desenvolvimento artístico. "Em Vegas, você tem que ser muito pontual, responsável e profissional, ou não vai para frente. É o melhor lugar do mundo para aprender os truques do show business. Cresci admirando todos aqueles nomes lendários que reinavam lá, como Wayne Newton e Sammy Davis Jr. Não tenho preconceitos, acho que em música tudo é valido. Eu gosto muito de música country, por exemplo. Não que algum dia eu vá gravar um disco totalmente nesse estilo. Mas é uma música verdadeira forte e isso me toca muito." Mesmo demonstrando ecletismo, Ne-Yo confessa que Michael Jackson ainda é sua referência máxima e isso vai ficar patente em Libra Scale: "Pensei muito no Michael quando escrevia as canções do disco. É um trabalho meio conceitual e a sombra do Michael vai estar presente em todas as canções".

Talvez nem todo mundo saiba, mas Ne-Yo já escreveu grandes hits para Rihanna ("Take a Bow", "Unfaithful") e Beyoncé ("Irreplaceable"). Celine Dion, Anastacia, Whitney Houston, Leona Lewis e outros também gravaram suas músicas. Ele confessa que se tivesse que fazer uma opção, ficaria como compositor. "Eu adoro cantar, estar no palco, sem dúvida. Mas eu acho que me considero antes de tudo um compositor, foi assim que eu entrei para a vida artística. Não importa o que eu esteja fazendo ou onde eu esteja, sempre sai alguma coisa. Certamente a experiência no Brasil vai me trazer alguma novas ideias. E estou aberto para escrever para quem me pedir."

No sábado, 14, Ne-Yo canta no Rio de Janeiro e no domingo, 15, em Belo Horizonte.