Acredite: os visuais de palhaços são protegidos por direitos de imagem - e Coringa precisou lidar com isso

A produção de Todd Phillips concorre nas categorias de Melhor Cabelo e Maquiagem no Oscar, mas a equipe por trás do icônico visual teve alguns desafios

Redação Publicado em 21/01/2020, às 13h27

None
Coringa (Foto: Reprodução / Warner Bros)

Entre as 11 categorias que o aclamado filme de Tod Phillips está concorrendo no Oscar, duas delas são em Melhor Cabelo e Maquiagem. E surpreendentemente, os direitos autorais (sim, dos palhaços) foram o principal desafio enfretando pelos integrantes da equipe encarregada a criar uma aparência única do comediante e criminoso Arthur Fleck.

+++ LEIA MAIS: Joaquin Phoenix teve dificuldade para interpretar o Coringa e improvisou várias cenas; entenda

“Frequentemente, estávamos no departamento jurídico e eles diziam 'não, parece muito isso ou aquilo'”, disse o figurinista Mark Bridges para o Yahoo! Entertainment

A designer de maquiagem Nicki Ledermann também compartilhou os desafios: "Existem tantos palhaços diferentes e todos estão protegidos por direitos autorais, portanto, não podemos usá-los.”

+++ LEIA MAIS: Morte do Coringa e drogas: 7 revelações do novo trailer Aves de Rapina [LISTA]

Com mais de um bilhão de dólares de bilheteria - o filme de quadrinhos mais lucrativo de todos os tempos -, eles ganharam muito.

Mais do que a maioria dos personagens dos grandes dramas violentos, Arthur Fleck e o alter ego criminoso são assuntos de maquiagem e figurino. Ledermann admite que isso significava "definitivamente a pressão" de quando eles começaram a trabalhar na aparência de JoaquinPhoenix.

"Você quer agradar a todos e quer fazer algo maravilhoso e único. Você não quer fracassar porque não quer decepcionar o ator, o diretor ou outros departamentos com os quais você colabora". 

Bridges explica que o design de qualquer personagem "evolui" durante o processo de desenvolvimento. 

+++ LEIA MAIS: Cena mais importante de Coringa foi cortada, revela Joaquin Phoenix

"Estou lisonjeado com a maneira que o visual do Coringa decolou", diz Bridges.

Ledermann disse que tinha "lágrimas nos olhos" depois ir à Comic-Con de Nova York com os filhos em outubro e viu dezenas de cosplayers vestidos como Phoenix de Coringa.

"Foi muito difícil para ele e foi muito difícil para a equipe. Foi um filme muito, muito intenso de se trabalhar e acho que o resultado é muito impressionante. Acho que ele fez um trabalho incrível e me sinto muito sortudo por fazer parte dele".

Segundo uma matéria publicada no site NBP, a equipe de maquiagem relatou essas dificuldades de trabalhar com o ator e que ele era subornado com bolachas para ficar no set de Coringa - e detestava ser tocado.

Com a indicação ao Oscar, Ledermann descreve isso como a "maior honra possível". 

"Este filme, eu acho que foi definitivamente em muitos aspectos um dos filmes mais difíceis em que trabalhei por causa da intensidade, expectativa e pressão. Mas, ao mesmo tempo, sinto que esse também foi um dos poucos trabalhos maravilhosos que tiveram uma colaboração realmente maravilhosa entre todos os departamentos. Eu senti como se estivéssemos todos em sincronia. Estávamos todos checando um com o outro. Essa foi uma das coisas muito especiais deste filme", acrescentou. 

O visual de Coringa, é claro, já está marcado na cultura pop independente da reputação divisória do filme. 

+++ LEIA MAIS: Sucesso de Coringa no Oscar se deve a Logan, Pantera Negra e Cavaleiro das Trevas, diz site


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL