Acusado de atentado ao Porta dos Fundos tenta asilo na Rússia, mas é negado

Ataque ocorreu na véspera de Natal de 2019

Felipe Grutter | @felipegrutter (com supervisão de Itaici Brunetti) Publicado em 28/01/2021, às 12h04

None
Logo do Porta dos Fundos (Foto: Divulgação) e Eduardo Fauzi Richard Cerquise (Foto: Divulgação)

Eduardo Fauzi Richard Cerquise, um dos suspeitos de ter atacado a sede do Porta dos Fundos, canal do YouTube com esquetes de humor, pediu asilo político na Rússia, mas país negou. O atentado aconteceu na véspera de Natal em 2019, na Zona Sul do Rio de Janeiro. A informação é do Catraca Livre.

O grupo, de cerca de quatro pessoas, havia lançado bombas caseiras incendiárias, também conhecidas como Coquetel Molotov, na sede da empresa. O atentado aconteceu por volta das 4h e causou danos materiais no quintal e na recepção da sede. Felizmente, nenhuma pessoa ficou ferida. Um segurança, presente no momento, conseguiu conter o incêndio.

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Este ataque aconteceu por conta do especial de Natal do Porta dos Fundos de 2019, intitulado A Primeira Tentação de Cristo, o qual retrata Jesus Cristo como homossexual. A produção gerou revolta em conservadores, líderes religiosos e alguns políticos.

Preso desde o dia 4 de setembro de 2020 na cidade de Ecaterimburgo, na Rússia, Fauzi aguarda extradição para o Brasil (via Sputnik Brasil). O brasileiro, no mesmo mês em que foi detido, tornou-se réu por conta do crime de tentativa de homicídio contra a segurança da sede da Porta dos Fundos.

+++LEIA MAIS: Carlinhos Brown relembra show polêmico no Rock in Rio 2001 [ENTREVISTA]

"A motivação religiosa do ato terrorista está estampada na petição apresentada pelo advogado do próprio denunciado, onde está expressamente registrada a insatisfação deste último com a veiculação, através da plataforma de vídeos Netflix, da encenação intitulada A Primeira Tentação de Cristo, produzida pela Porta dos Fundos, onde, segundo ele, teria ocorrido o 'escárnio' de importantes personagens do catolicismo," disse o procurador Fernando Aguiar em denúncia assinada.


+++ OS PIORES FILMES DE 2020 | ROLLING STONE BRASIL