Adam West, o “Batman da TV”, morre aos 88 anos

Ator foi o primeiro a interpretar Bruce Wayne na série de TV dos anos 1960 e no cinema

Rolling Stone EUA Publicado em 10/06/2017, às 15h56 - Atualizado às 16h12

Adam West como Batman nos anos 1960
Reprodução

Adam West, astro da série Batman dos anos 1960, morreu na noite da última sexta, 9, em Los Angeles, após uma batalha contra uma leucemia. O ator tinha 88 anos de idade.

“Nosso pai sempre se viu como o Cavaleiro Brilhante e aspirou produzir um impacto positivo nas vidas dos fãs”, disse a família West em comunicado ao Variety. “Ele foi e sempre será nosso herói.”

Após passar o começo dos anos 1960 tendo pequenos papéis em programas de TV e filmes – incluindo o clássico de ficção científica de 1964 Robinson Crusoé em Marte –, West foi o primeiro ator a dar vida a Bruce Wayne e o álter ego combatente do crime dele, o Batman, na série televisiva baseada no personagem dos quadrinhos da DC Comics.

Um hit inesperado, Batman seguiu durante três temporadas, com 120 episódios, e a representação cara-de-pau do personagem por West ficou imortalizada no léxico da cultura pop.

“O meu Batman durou porque ele teve algo para todo mundo”, West disse ao Daily Express em 2015. “Quando você era criança, podia curtir toda a aventura, as cores, as roupas amalucadas, os vilões maravilhosos. Depois, conforme ia ficando um pouco mais velho, dava para ver os elementos satíricos, as coisas bizarras.”

Depois do fim da primeira temporada, em 1966, West interpretou o super-herói no filme Batman – O Homem Morcego, primeira adaptação para as telonas dos quadrinhos. Ainda que West seja creditado por dar vida ao personagem do Batman e determinar o potencial da franquia – assim como estabelecer o padrão para futuros intérpretes do Batman, como Michael Keaton, Val Kilmer, George Clooney, Christian Bale e Ben Affleck –, o ator ficou inevitavelmente marcado pelo famoso papel.

Nos 50 anos seguintes, West continuou a ter um trabalho estável, com aparições na TV, pequenos papéis em filmes e dando voz a animações, mas ele nunca recuperou o sucesso que atingiu como Batman. Depois, West revelou que foi consultado para interpretar James Bond em 007 – Os Diamantes São Eternos, de 1971, mas recusou o papel porque acreditava que o agente secreto deveria ser vivido por um ator britânico.

Nos últimos anos de vida, West deu voz a uma versão caricaturizada dele mesmo como o Prefeito West na série animada Family Guy. Em 2016, ele voltou a viver o Batman ao dar voz ao super-herói no filme animado Batman: O Retorno da Dupla Dinâmica, uma paródia da série dos anos 1960.

“Se eu tivesse a chance de fazer tudo de novo, eu faria”, acrescentou West. “Foi difícil por uma época, mas sou o cara mais sortudo do mundo porque consegui criar um personagem que durou e que as pessoas amam. Então me convenci de que se as pessoas amam o Batman, eu também vou amar o Batman.”