Adele “chorou o dia inteiro” depois de performance atrapalhada no Grammy 2016

“Fiquei tão envergonhada”, comentou a cantora sobre os problemas técnicos

Redação Publicado em 18/02/2016, às 13h55 - Atualizado às 14h14

Adele durante performance na cerimônia do Grammy 2016, em Los Angeles, nos Estados Unidos

Ver Galeria
(3 imagens)

Adele não só ficou “envergonhada” com a performance dela na cerimônia do Grammy 2016, ela também “chorou o dia inteiro” depois da premiação. Na última segunda, 15, a cantora britânica apresentou a faixa “All I Ask”, do disco 25, mas problemas técnicos a atrapalharam na ocasião.

Galeria: as 10 melhores canções da Adele,

No programa The Ellen Show, da apresentadora Ellen DeGeneres, Adele explicou o que aconteceu na premiação. “A passagem de som foi boa, eu estava muito animada e, durante a troca [de palco], os microfones caíram nas cordas do piano”, disse ela, esclarecendo que o acidente foi o que gerou “barulhos que pareciam vindos de violão.”

“Algumas pessoas pensaram que foi [a atração seguinte da cerimônia, Justin] Bieber ensaiando, mas não era ele”, acrescentou Adele, brincando em seguida: “Estamos de bem”. “E, então, isso meio que estragou a coisa toda, na verdade”. Ela já havia explicado parcialmente a situação na conta dela no Twitter, esta semana.

Perfil – edição 76 (capa) – O triunfo de Adele.

Adele, então, falou sobre como se sentiu para a apresentadora do programa. “Eu sempre dou uma desafinada, de todo jeito”, disse ela, ponderando que não achou “tão ruim” a performance. “Mas foi tudo bem, sério. Eu quis contar para esclarecer, porque houve muita confusão na maneira que aconteceu. Fiquei tão envergonhada.”

Quando Ellen perguntou se Adele havia se sentindo mal no dia seguinte, ela confessou: “Chorei praticamente o dia inteiro ontem”. “Teria chorado também se tudo tivesse ocorrido bem com a performance – eu sempre choro –, mas ontem as lágrimas ficaram brotando espontaneamente dos meus olhos. Mas está tudo bem. Eu fiquei bem.”

Abaixo, assista à entrevista dada nesta quinta, 18 e, em seguida, à performance de Adele no Grammy 2016.