Adoniran Barbosa ganha homenagem com disco de 11 músicas inéditas em projeto da cerveja Eisenbahn; conheça

Onze artistas, onze canções inéditas em homenagem às 11 décadas desde o nascimento do pai do samba paulista

Publieditorial Publicado em 01/08/2020, às 12h00

None

Adoniran Barbosa surgiu quando o João Rubinato (1910-1982) ainda era um radialista. O ator e humorista havia criado um personagem trágico e cômico que era a cara de São Paulo. Ao longo dos anos, as duas personalidades passaram a se misturar. João, o radialista, passou a ser nacionalmente conhecido como Adoniran Barbosa, o sambista.

João, ou Adoniran, foi atacado por anos por sambistas cariocas por conta da forma como criava as músicas. Mas foi justamente por conta do jeito dele, com "sambas tortos" de sotaque acentuado e erros gramaticais, que Adoniran se encontra panteão dos grandes nomes da música nacional, com músicas com "Tiro ao Álvaro", "Trem das Onze" e "Samba do Arnesto". Percebe como é saboroso conhecer os processos?

Adoniran foi a voz da boemia de uma antiga São Paulo. E, agora, ele é homenageado dentro das linguagens contemporânea e com artistas de diferentes gerações.

A cerveja Eisenbahn tem em comum com o Adoniran à imagem do trem, a paixão, os cuidados aos detalhes e a beleza do processo. A marca criou o projeto Onze, no qual 11 artistas regravam 11 músicas inéditas deixadas por ele, no ano em que se celebram as 11 décadas do nascimento de João Rubinato.

As 11 músicas serão lançadas no Spotify no dia 6 de agosto com nomes consagrados da música brasileira, caso de Elza Soares, Zeca Baleiro e Di Melo, mas também uma geração representa as novas possibilidades criativas da produção artística no Brasil. São eles: Rubel, Francisco El Hombre, BarroIlly, Luê, Zé Ibarra, Amanda Pacífico e dueto ÀVUÀ.

A produção musical fica por conta da DaHouse Audio e possui a curadoria do Coala.Lab.

"Estamos muito felizes em poder trazer para o público 11 músicas inéditas deste artista tão icônico para a cultura do nosso país", diz Karina Pugliesi, gerente de marketing da Eisenbahn.

Ela segue: "O link entre Eisenbahn e Adoniran vai muito além do trem, presente no nosso logo e em uma das músicas mais famosas do cantor. Este projeto, além de um tributo ao compositor é uma forma de destacar a importância da beleza dos processos. Queremos reforçar este posicionamento porque é assim que produzimos nossas cervejas, pensando em cada detalhe para garantir a qualidade artesanal dos nossos produtos."

Sócio da Coala.Lab, Gabriel Andrade reflete sobre a importância de musical de Adoniran Barbosa: [Ele] captou como ninguém a essência de seu tempo com seus versos, personagens e histórias que tratavam com maestria da realidade de São Paulo em plena expansão. Foi um músico versátil que nos deixou uma obra que vai muito além da música, mas também registro histórico cultural e social".

"Agora, temos a oportunidade de homenageá-lo neste projeto da Eisenbahn e acreditamos muito na beleza desse processo, de trazer à tona obras inéditas interpretadas por vários artistas, cada um à sua maneira", conclui.

As 11 músicas inéditas de Adoniran Barbosa do projeto Onze, da Eisenbahn, estarão disponíveis no Spotify no dia 6 de agosto.