Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Advogado diz que abrigou Queiroz em Atibaia por ‘questão humanitária’

Frederick Wassef também enfatizou que não cometeu nenhum crime ao receber o ex-assessor e motorista de Flávio Bolsonaro

Redação Publicado em 23/06/2020, às 07h37

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Frederick Wassef (Foto: CNN / Reprodução / Youtube)
Frederick Wassef (Foto: CNN / Reprodução / Youtube)

Frederick Wassef, ex-advogado do senador Flávio Bolsonaro, afirmou que abrigou Fabrício Queiroz na residência dele na cidade de Atibaia por “questões humanitárias”, segundo informações do Uol repercutidas pela IstoÉ

Em entrevista à emissora SBT, o advogado enfatizou que não cometeu nenhum crime ao ceder a casa para o ex-assessor e motorista do filho de Jair Bolsonaro. Além disso, ele afirmou que recebeu Queiroz por consideração aos problemas financeiros e de saúde dele. 

+++ LEIA MAIS: Atibaia é Hawkins, de Stranger Things? Internet reage a teorias que comparam a política brasileira com a série

“O que eu tenho para dizer é o seguinte: jamais escondi o Fabrício Queiroz. Ele estar lá [em Atibaia] não é nenhum crime, nenhum ilícito, não é obstrução de justiça. Não há nenhuma irregularidade.”

Wassef completou: “[Foi] também uma questão humanitária. Porque [é] uma pessoa que está abandonada, uma pessoa sem recursos financeiros, com problemas de saúde e que o local era perto”. 

+++ LEIA MAIS: Conheça o Tony Montana, traficante e assassino de Scarface que ‘estava’ no esconderijo de Queiroz

Queiroz foi preso no dia 18 de junho durante a Operação Anjo, realizada pelos Ministérios Públicos do Rio de Janeiro e de São Paulo. O ex-assessor e motorista é alvo de uma investigação sobre um esquema de rachadinha, ou seja, desvio de salários do gabinete de Flávio Bolsornaro


+++ A PLAYLIST DO SCALENE