Africana empresta desenho a sapato brasileiro

Esther Mahlangu, que durante o Apartheid marcou as casas de sua tribo com pinturas, visitou o SPFW

Da redação Publicado em 23/01/2009, às 21h36

Esther Mahlangu, da tribo sul-africana Ndebele, visitou São Paulo na última semana para divulgar a coleção 2009 da marca de sapatos Melissa, que, neste ano, estampa desenhos seus em uma linha limitada de sapatilhas.

A arte feita pela senhora de 75 anos é tradicional entre os Ndebele, passada de geração em geração pelas mulheres da tribo. Na época do Apartheid, segundo reportagem da editoria Estilo do portal UOL, Esther pintou todas as casas de seu grupo com seus desenhos geométricos.

Como artista, Esther foi descoberta aos 60 anos, quando saiu pela primeira vez do sul da África para uma exposição no centro Pompidou, em Paris. Também foram citados pelo portal o trabalho de Mahlangu para a grife japonesa Comme des Garçons, sua presença na Documenta de Kassel, na Alemanha, e a agenda cheia de exposições neste ano.

Sobre a parceria com a marca Melissa, Esther resumiu: "Aceitei a proposta porque acredito que seja uma maneira de divulgar a minha cultura [dos Ndebele]". Portais e blogs especializados em moda se encantaram com a senhora - que circulou com trajes tradicionais de sua tribo -, classificando sua presença no evento como uma excelente estratégia de marketing.