Agentes de saúde rejeitam reclamação de que tratamento especial dado a Beyoncé tenha prejudicado outros pacientes

Hospital rebateu acusações de homem que afirmou que não pôde ver os filhos por causa da estrutura montada para a cantora

Matthew Perpetua Publicado em 12/01/2012, às 13h10 - Atualizado às 13h12

Beyoncé e Jay-Z
AP

Agentes de saúde de Nova York rejeitaram as reclamações de que a suíte de luxo reservada por Beyoncé e Jay-Z na área de maternidade hospital Lenox Hill, em Manhattan, fizeram com que outros pacientes fossem destratados.

Pacientes reclamaram que a segurança do casal popstar os impediu de chegar até seus filhos na unidade neonatal do lugar. O porta-voz do departamento de saúde Jeffrey Gordon disse que eles receberam duas reclamações, mas ambas foram rejeitadas.

De acordo com o que foi reportado, o casal famoso pagou mais de US$ 1 milhão para poder ocupar e mobiliar um andar inteiro do hospital, mas o Lenox Hill negou oficialmente essa informação, dizendo que Jay-Z e Beyoncé pagaram o valor padrão de uma suíte executiva (cujo preço não foi revelado).

A filha de Beyoncé e Jay-z, Blue Ivy Carter, nasceu na noite do último sábado, 7.