Akira e Uncharted: Drake's Fortune perdem seus diretores

Albert Hughes e David O. Russell, respectivamente, abandonaram os projetos

Da redação Publicado em 27/05/2011, às 10h51

O mangá Akira, que será adaptado para o cinema

Ver Galeria
(2 imagens)

Duas produções hollywoodianas perderam seus diretores na última quinta, 26, de acordo com o site Deadline. Uma é a adaptação do game Uncharted: Drake's Fortune, que não será mais dirigida, nem escrita, por David O. Russell. Ele, de acordo com a nota, está lidando com diversos projetos ao mesmo tempo, desde que o premiado O Lutador foi lançado, e teve que deixar algo de lado. Agora a Sony Pictures busca um novo roteirista e diretor para continuar tocando o projeto.

O outro longa, também uma adaptação, é Akira, baseado no mangá de mesmo nome. O filme da Warner Bros., inspirado na obra de Katsuhiro Otomo, não conta mais com Albert Hughes na direção, que citou "diferenças artísticas amigáveis" e abandonou o filme. Assim como no caso de Uncharted: Drake's Fortune, há um grande interesse do estúdio de manter a produção a todo vapor, mesmo com essas dificuldades inesperadas.

Akira, escrito e ilustrado por Otomo, desenrola-se na cidade apocalíptica de Neo-Tóquio, que foi reconstruída depois de sua destruição na "Terceira Guerra Mundial". Na história, a guerra aconteceu devido ao crescimento incontrolável de poderes sobrenaturais de uma criança chamada Akira, que foi registrada em um programa governamental secreto de pesquisa. Nesta versão, tudo se passará na "Nova Manhattan", onde o líder de uma gangue de motoqueiros salva seu amigo de um experimento médico.

Uncharted: Drake's Fortune conta a história de Nathan Drake, um suposto descendente do explorador Sir Francis Drake, que busca o tesouro perdido de El Dorado, com a ajuda do amigo Victor "Sully" Sullivan e da jornalista Elena Fisher.