Galo da Madrugada invade o Centro Histórico do Recife

Maior bloco de carnaval do mundo teve os cem anos do sanfoneiro Luiz Gonzaga como tema em seu 35º desfile

Bruno Raphael, de Recife Publicado em 18/02/2012, às 20h21 - Atualizado em 19/02/2012, às 15h01

Galo da Madrugada
Fernando da Hora/Prefeitura do Recife

É possível se perder no horizonte das ruas do Galo da Madrugada. Maior bloco de carnaval do mundo, o desfile atrai todos os anos um número incontável de pessoas, todas passeando pelas ruas e dançando manhã, tarde ou noite adentro. A entrada é livre para qualquer um, contanto que esse alguém faça questão de ser criativo na elaboração de suas fantasias. Ao longo do percurso do Galo, que passa pelo centro histórico de Recife, foi possível presenciar os tipos mais inusitados de foliões neste sábado, 18, durante o Grandioso Desfile do Sábado do Zé Pereira.

Sob forte chuva, abertura do Carnaval de Recife celebra Alceu Valença

Fica claro, em poucos dias de Carnaval, que o Recife não esquece de suas lendas. Após Alceu Valença na última sexta, 17, o homenageado do dia foi Luiz Gonzaga, que completaria cem anos em 2012. A 35ª edição do Galo não esqueceu isso e travestiu boa parte de seus trios com o tradicional chapéu de cangaceiro ao estilo de Lampião. Para quem vem pela primeira vez ao Galo, não espere regalias especiais - sem qualquer cordão de isolamento, a festa coloca dançarinos profissionais de frevo, trios elétricos e moradores de rua no mesmo patamar. A reportagem averiguou algumas brigas durante o trajeto que se iniciou às 9h, mas nada que diminuísse a beleza da festa.

Alceu Valença, Elba Ramalho, Banda Calypso, Jorge Vercilo, Luiza Possi e outros participaram do desfile de trios elétricos. Com um repertório mais do que eclético, os destaques ficaram para as diversas interpretações de "País Tropical" (de Jorge Ben), "Não Quero Dinheiro" (Tim Maia) e "A Praieira" (Chico Science & Nação Zumbi), cujo verso "uma cerveja antes do almoço é muito bom pra ficar pensando melhor" era um dos que mais animavam os foliões.