Além da Netflix: veja outros serviços de streaming com diferentes abordagens

Conheça quatro novas plataformas que acrescentam às formas modernas de consumir conteúdo

Thiago Neves Publicado em 22/02/2016, às 13h59 - Atualizado às 14h12

YouTube Red
Reprodução

TV AO VIVO

O que é? Criado pela Rede Globo, o Globo Play é uma extensão da programação dos canais da empresa. Além das atrações exibidas atualmente, a plataforma permite que o assinante tenha acesso ao acervo da Globo. O serviço também transmite, em tempo real, a programação da Globo para São Paulo e Rio de Janeiro, inicialmente.

Quanto custa??A assinatura mensal, de R$ 12,90, dá direito de acessar produções antigas (de 2010 para cá, por enquanto) e todos os programas podem ser vistos na íntegra. Há a opção gratuita, que disponibiliza trechos de novelas, minisséries e jornalísticos.

À BRASILEIRA

O que é? Apelidado de “Netflix brasileira”, o serviço de streaming Looke pode ser acessado por não assinantes, que têm a oportunidade de comprar ou alugar determinados títulos. Os assinantes do Looke não têm total acesso ao conteúdo. Segundo a empresa, por motivos contratuais, as produções recém-lançadas não podem ser assistidas no pacote, mas estão disponíveis para aluguel e compra.

Quanto custa? A assinatura mensal sai por R$ 18,90. Os lançamentos, por sua vez, custam de R$ 12,90 a R$ 45,90, enquanto o aluguel fica entre R$ 2,90 e R$ 9,90.

UNIÃO IMPROVÁVEL

O que é? Nomes como Andy Samberg, “Weird”Al Yankovic e Wyclef Jean são alguns dos colaboradores envolvidos no lançamento de The Kicker, site especializado em casar de forma inusitada esporte e humor. A empresa foi criada pelo chefe de roteiro do Saturday Night Live, Bryan Tucker, e o site produz material diário, incluindo artigos, vídeos e outros conteúdos interativos.

Quanto custa? The Kicker é um serviço gratuito que também disponibiliza o conteúdo nas redes sociais, além de ter um canal próprio no YouTube. Por ser de graça, pode ser acessado a partir do Brasil.

SEM ANÚNCIOS

O que é? Trata-se de uma versão paga do YouTube. A grande novidade inicial é que, ao assinar, o usuário tem uma experiência livre de propagandas. Além disso, o YouTube Red (foto) oferece a possibilidade de fazer download do conteúdo para celulares e tablets, o que permite que o assinante assista a vídeos offline. O serviço tem interatividade com o Google Play Music, plataforma de música da mesma empresa – ou seja, quem assina um tem acesso ao outro.

Quanto custa? Por enquanto, está funcionando somente nos Estados Unidos, onde a mensalidade é de US$ 10.