Alice Cooper tocará hino anti-escolar em evento com Barack Obama

Roqueiro e presidente norte-americano estarão em evento para celebrar a gradução de nove mil estudantes da Universidade do Arizona; Cooper sugere ao político que mude o hino nacional para "School's Out"

Da redação Publicado em 12/05/2009, às 10h53

Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, dividirá palco com Alice Cooper nesta quarta, 13. Para o político, nada de rock: ele irá discursar a estimadas 63 mil pessoas, inclusive nove mil recém-formados da Universidade Estadual do Arizona, no Sun Devil Stadium, em Phoenix.

Cooper, por outro lado, vai lançar mão da politicamente incorreta "School's Out" ("a escola está fora", em livre tradução), ode de 1972 às férias de verão - e ao fim da escola. Segundo informe disparado pela própria assessoria de Cooper à imprensa do estado, o roqueiro (cujo nome, no anúncio, precede ao do presidente - claro) se apresenta com a banda Runaway Phoenix, que tem seu filho, Dash Cooper, nos vocais. O garoto é um dos formandos da classe de 2010 na mesma universidade.

"De todas as pessoas com quem dividi o palco, Obama é o maior rockstar", declarou o músico, acostumado a "matar" sua persona artística durante apresentações. E olha que não estamos falando de pouca gente: em mais de 40 anos de carreira, ele esteve ao lado de John Lennon, Led Zeppelin, Rolling Stones, Johnny Carson, Jimi Hendrix, o comediante Groucho Marx (de quem era bom amigo), o artista Salvador Dali e até mesmo Pelé.

E Cooper "perde o político", mas não a piada. "Queria agradecer o presidente, de antemão, por mudar o hino nacional para 'School's Out'", disse. A letra inclui versos como "a escola terminou pelo verão/ a escola terminou para sempre/ a escolha foi explodida em pedaços".

Embora o site oficial da faculdade não mencione o hino anti-escolar, "School's Out" (presente no álbum homônimo) deu as caras no século 21 após ser interpretado pelos quatro finalistas da atual temporada de American Idol - coube ao convidado especial, o icônico Slash, acompanhar a trupe na guitarra.