Alvo de sabatina de comédia, Justin Bieber pede desculpa por entreveros recentes

Cantor foi o convidado do Comedy Central Roast, gravado nesse sábado, 14

Redação Publicado em 16/03/2015, às 10h50 - Atualizado às 12h59

Artistas no Comedy Central Roast
Chris Pizzello/AP

No dia em que comemorou 21 anos, o astro pop Justin Bieber foi presenteado com uma série de piadas a respeito dele mesmo, às quais assistiu ao vivo. Trata-se do Comedy Central Roast, programa do canal de TV em que um famoso é "frito" (ou "assado", em tradução mais literal) por comediantes e celebridades, que fazem piada de todos os tipos sobre o convidado de honra (e uns sobre os outros). A edição estrelada por Bieber foi gravada no último sábado, 14.

Justin Bieber é preso no Canadá por direção perigosa e agressão.

Protagonista de ofensas e agressões nos últimos anos, o que o tornou alvo fácil de ataques públicos, o convidado da noite não pareceu se incomodar com as críticas. Pelo contrário. Bieber acabou a atração se desculpando pelo comportamento recente.

Os nove surtos mais chocantes de astros teen.

“Eu realmente não me preparei para essa vida. Fui jogado nisso com 12 anos e não sabia no que estava me metendo. Há momentos dos quais eu me orgulho bastante e muitos momentos que eu olho para trás e me desaponto muito comigo mesmo. Mas as coisas que eu fiz realmente não definem quem eu sou. Sou uma pessoa de bom coração, que ama as pessoas e que, ao longo do tempo, perdeu algumas das melhores qualidades. Por isso, peço desculpas. Mas o que posso dizer é que estou tentando ser alguém que vocês possam olhar e ter orgulho”, defendeu-se.

Justin Bieber estrela campanha da marca Calvin Klein ao lado de Lara Stone.

O discurso não foi feito sem que o jovem canadense antes retrucasse as muitas brincadeiras feitas pelos convidados da noite, Hannibal Buress, Chris D’Elia, Snoop Dogg, Martha Stewart (estes dois, na foto acima) Shaquille O’Neal, Pete Davidson, Natasha Leggero, Ludacris e Jeff Ross, além do apresentador Kevin Hart.

“O que acontece quando você dá US$ 200 milhões para um adolescente? Um monte de artistas esquecidos te chama de lésbica por duas horas”, foi uma das respostas de Bieber.

Kevin Hart, amigo do artista, abriu os trabalhos dizendo: “Hoje vamos fazer o que os pais e o sistema legal deveriam ter feito há muito tempo, dar no menino as palmadas na bunda que ele merece.”

Nem todos os comentários foram leves. O comediante do Saturday Night Live, Pete Davidson, por exemplo, ironizou de forma macabra o fato de Bieber ter sido preso no ano passado, em Miami, por apostar corrida no trânsito, embriagado, lembrando a morte do ator Paul Walker, de Velozes e Furiosos, em um acidente automobilístico, também em 2014. “No ano passado, Justin foi detido por tirar um racha. Infelizmente, não foi com Paul Walker.”

O público não demonstrou satisfação com Davidson e Bieber afirmou não ter gostado muito das piadas com Walker.

Outro convidado, Jeff Ross, chegou ao programa vestido de Papa, dizendo, “estamos aqui para absolver Justin dos pecados”. Outra surpresa foi a aparição de um macaco abandonado por Bieber em uma zoológico da Alemanha, em 2013.

Logo após o show, o cantor partiu em um avião de Los Angeles para Las Vegas, onde comemorou o aniversário. O programa será transmitido em 30 de março no Estados Unidos. No Brasil, ele vai ao ar em 1º de abril, às 22h.

O Comedy Central Roast já se tornou uma tradição nos Estados Unidos. Na edição anterior, por exemplo, o ator James Franco foi “cornetado”, em 2013, por um grupo liderado por Seth Rogen, amigo pessoal e companheiro dele no recente filme A Entrevista. Em 2011, Charlie Sheen foi alvo de troças de Seth MacFarlane, Mike Tyson, entre outros.

Bieber, de fato, deu motivos nos últimos meses para ser convidado do roast. Em setembro de 2014, ele foi preso por direção perigosa e por ter agredido o motorista de um carro com o qual colidiu.

Após a última turnê internacional dele, em 2013, em que foi acusado de pichação no Brasil, e vaiado na Argentina, o astro começou 2014 com alegações de que havia atirado ovos na casa de um vizinho, o que levou a uma busca na casa do cantor, localizada na Califórnia, e à descoberta de drogas no local, fato que forçou a justiça a decretar a liberdade condicional do artista.

Também em 2014, Bieber foi preso em Miami dirigindo sob o efeito do álcool, conforme já foi mencionado. Na ocasião, preencheu um documento da polícia usando expressões vulgares e agressivas.