Amber Heard divulga diário com detalhes de abuso de Johnny Depp

Johnny Depp ganhou o processo de difamação contra a atriz, que deverá pagar US$ 15 milhões ao ator

Redação Publicado em 17/06/2022, às 16h33

None
Johnny Depp (Foto: Kevin Dietsch/Getty Images) | Amber Heard (Foto: Drew Angerer/Getty Images)

Amber Heard divulgou um diário com detalhes de abuso do Johnny Depp em uma entrevista para o programa Dateline. Os documentos e anotações médicas mostrados na entrevista são de 2012, quando o ator teria agredido a atriz.

"Há um diário de anotações que remontam a 2011, desde o início do meu relacionamento, tiradas pelo meu médico, a quem eu estava denunciando o abuso," contou Heard para o Dateline.

+++ LEIA MAIS: Johnny Depp x Amber Heard: Caderno com detalhes do julgamento é leiloado por R$ 70 mil

Esses materiais não foram utilizados pelos advogados durante o julgamento por terem sido considerados como “apenas boatos” pelo júri. Em nota, a assessoria de Depp afirmou que o ator só busca “seguir em frente” após ganhar o caso.

“É lamentável que, enquanto Johnny está procurando seguir em frente com sua vida, a réu e sua equipe estão de volta a repetir, reimaginar e re-litigar questões que já foram decididas pelo Tribunal e um veredicto que foi unânime e inequivocamente decidido pelo Tribunal de Justiça. Júri a favor de Johnny,” afirmou a nota.

+++ LEIA MAIS:  Johnny Depp vence processo de difamação contra Amber Heard

O julgamento do caso entre os atores durou cerca de seis semanas. Depp ganhou a ação de difamação contra a ex-esposa no Tribunal do Condado de Fairfax, na Virgínia, EUA. O júri considerou que a atriz deverá pagar US$ 15 milhões ao ator.

Heard estava presente no tribunal durante o momento da decisão, enquanto o astro de Piratas do Caribe assistiu ao resultado por vídeo, direto da Inglaterra. Durante o julgamento, foram ouvidos mais de 100 horas de depoimentos de testemunhas, além de áudios gravados e depoimentos ao vivo de Depp e Heard, de acordo com a CNN Brasil.

+++ LEIA MAIS: Amber Heard pretende mover ação judicial contra o veredito a favor de Johnny Depp

O processo de difamação movido contra a atriz é baseado em um artigo escrito por ela em 2018 para o jornal The Washington Post. Nele, a artista não cita Depp, mas afirma ser uma “figura pública que representa abuso doméstico.” O processo de julgamento do ex-casal começou em 11 de abril.