Amber Heard revela ‘apelidos’ maldosos que Johnny Depp deu a Leonardo DiCaprio: 'Cabeça de abóbora" e mais

A atriz alegou que Depp a acusou de ter casos com cada um dos astros que contracenou

Redação Publicado em 21/07/2020, às 10h43

None
Amber Heard e Johnny Depp (Foto: Jonathan Brady / PA Wire Press Association via AP)

Na última segunda, 20, o processo do caso de Johnny Depp contra o jornal The Sun chegou à terceira semana. Na mais recente acusação de Amber Heard, que testemunhou no julgamento, a atriz disse à Suprema Corte de Londres que o ex-marido ameaçou matá-la. As informações são do UOL.

+++LEIA MAIS: Johnny Depp cortou o próprio dedo, mas culpou Amber Heard, sugere mensagem

Além disso, a atriz confirmou ter sofrido acusações de Depp sobre ela ter o traído com Leonardo DiCaprio e Channing Tatum. "Ele insistia que todos os atores tentavam ir para a cama comigo ou que eu tinha um affair com eles", revelou Heard. Segundo ela, o ator fingia que alguém havia o contado e que ele tinha informações que provassem isso. 

"Ele me acusou de ter me relacionado com cada um dos meus colegas de elenco, filme após filme como James Franco, Jim Sturgess, Kevin Costner, Liam Hemsworth, Billy-Bob Thronton, Channin Tatum, até mesmo com mulheres, como Kelly Gamer". As informações sobre o depoimento são via Press Association.

+++ LEIA MAIS: Amber Heard expõe foto constrangedora de Johnny Depp; veja

Durante o julgamento, a atriz ainda citou que Depp deu apelidos maldosos para cada um desses astros. "Ele me insultava por isso — principalmente quando estava bêbado ou alterado — e deu apelidos depreciativos para cada um dos meus amigos que ele considerava uma ameaça sexual. Leonardo DiCaprio, por exemplo, era 'cabeça de abóbora', Channinh Tatum era 'cabeça de batata' e o do ator Jim Sutrgess era 'Jim Merdinh* Sturgess".

Entenda tudo sobre o que já aconteceu com o caso Amber Heard e Johnny Depp até agora

+++LEIA MAIS: Johnny Depp rebate acusações e diz que estava ‘drogado demais’ para agredir Amber Heard


+++ 15 HISTÓRIAS INACREDITÁVEIS (E REAIS) DE OZZY OSBOURNE