Amy Winehouse tinha planos de adotar uma criança caribenha, diz família

"Amy amou todos, mas Dannika era a especial, o bebê dela", afirmou avó da garota Dannika Augustine, de 10 anos; fonte próxima a Amy nega a história

Por Matthew Perpetua/Da redação Publicado em 01/08/2011, às 14h05

Amy Winehouse em show em Florianópolis, em janeiro de 2011
AP

Amy Winehouse podia estar prestes a adotar Dannika Augustine, uma criança de 10 anos da ilha caribenha de Santa Lúcia. "Amy já era minha mãe", disse Augustine ao tabloide britânico Daily Mirror. "Eu a chamaria de mamãe e ela me chamaria de filha. Ela tomou conta de mim, e nos divertimos juntas."

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil - na íntegra e gratuitamente!

A cantora conheceu Dannika durante o período em que viveu em Santa Lúcia, em 2009. Após fazer amizade com a garota, a cantora tentou resgatá-la de uma vida pobre com a benção da família de Augustine, que não teve problemas com o histórico de alcoolismo e vício em drogas de Amy.

"Amy amou todos, mas Dannika era a especial, o bebê dela", disse Marjorie Lamberta, avó da garota, à Rolling Stone. "Ela se apaixonou por Dannika. Dannika ficava com ela no bar do hotel, no quarto dela, na piscina, descansando na praia, correndo de mãos dadas, andando a cavalo." De acordo com Marjorie, a cantora tinha indicado a vontade de adotá-la, mas na época o processo não seria possível. "O pai da minha neta não estava em Santa Lúcia. Não podíamos simplesmente dar a criança, entende?", disse Marjorie. "Os pais tinham que estar aqui para decidir. Talvez se ela [Amy] tivesse ficado mais tempo em Santa Lúcia, não sabemos o que teria acontecido."

Os pais de Dannika, Nadia Germaine e Vid Augustine, também estavam de acordo com os planos de adoção. "Eu agradeci Amy por tomar conta da minha filha, e ela disse, 'Dannika é que está tomando conta de mim. Eu não poderia viver sem ela'", disse Vid Augustine. "Eu sabia que Amy poderia dar a minha filha uma vida maravilhosa."

Apesar de todas as declarações da família, o site TMZ informou que uma fonte próxima à Amy negou a possibilidade de adoção. "Não é verdade, eu acho que [Amy] deve ter conhecido ela em Santa Lúcia, mas jamais pensou em adotá-la", conta a fonte, que não se identificou.

Adeus a Amy

Amy Winehouse foi encontrada morta em 23 de julho. A autópsia da cantora, realizada no dia 25, foi "inconclusiva" para determinar a causa da morte, que só deve ser revelada em algumas semanas, quando sairão os resultados de exames toxicológicos. Saiba mais sobre a morte de Amy e a carreira da cantora clicando nos links abaixo.