Angelina Jolie revela caso de racismo contra filha em consulta médica

Na recuperação de uma cirurgia, uma enfermeira disse para atriz ligar para o hospital se 'a pele de Zahara ficasse rosa'

Redação Publicado em 24/06/2021, às 09h47

None
Angelina Jolie (foto: Invision/AP)

Em matéria publicada na Time, Angelina Jolie revelou caso de racismo contra a filha Zahara durante uma consulta média. Para falar sobre o assunto, a estrela de Malévola (2014) conversou com Malone Mukwende, estudante de medicina responsável por lançar um livro (Mind the Gap) e um site (Hutano) para combater esse problema na área.

"Tenho filhos de diferentes origens, e, quando todos nós tivemos uma irritação alérgica na pele ao mesmo tempo, a reação tinha um aspecto bem diferente na pele de cada um deles, dependendo da cor," revelou Jolie. "Mas, quando olhava para quadros médicos, o ponto de referência era a pele branca. Recentemente Zahara, adotada na Etiópia, precisou fazer cirurgia, e na recuperação uma enfermeira me disse como eu deveria ligar para o hospital se 'a pele dela ficasse rosa.'"

+++LEIA MAIS: 5 curiosidades sobre Angelina Jolie: de dupla cidadania às tatuagens [LISTA]

Depois do relato, Mukwende comentou como esse foi o primeiro problema identificado por ele nas aulas da faculdade. O livro e o site do estudante possuem o objetivo de catalogar a reação de diversos indivíduos a doenças, sejam elas dermatológicas, como o caso de Zahara, ou não.

"Nas aulas, eu perguntava: 'Qual é o aspecto desse problema em uma pele mais escura?' Só porque queria aprender, mesmo. Muitas vezes, as pessoas me respondiam que não sabiam," continuou. "Então decidi: algo precisava ser feito. Me juntei a alguns funcionários da universidade para coletar fotos e descrições de diferentes condições em indivíduos de diferentes etnias."

+++LEIA MAIS: Angelina Jolie ficou 3 dias sem tomar banho para tirar foto com abelhas; entenda


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL