Annabelle a Robert: conheça as histórias mais terríveis dos bonecos mais 'demoníacos' da história

Os brinquedos tiveram diversos donos e são expostos como artefatos ocultos

Redação Publicado em 19/08/2020, às 11h34 - Atualizado às 11h42

None
Filmes: A Maldição do boneco Robert e Invocação do Mal (foto: reprod.)

Na última sexta-feira, dia 14, houve uma discussão no Twitter sobre o falso sumiço da boneca real que inspirou o filme Annabelle (2014) do mostruário no museu de artefatos ocultos da família Warren, nos EUA. Vários acreditam que a boneca amaldiçoada fugiu e está a solta.

Após tantos filmes e lendas urbanas, o site Aventuras na História reuniu as informações factuais sobre a boneca Annabelle e Robert, considerados os brinquedos amaldiçoados mais famosos da cultura pop.

+++LEIA MAIS: Annabelle ‘amaldiçoa’ escritório da Warner Bros Brasil no Dia da Boneca; veja


Annabelle 

A verdadeira boneca Anabelle. E sim, ela tem um espirito maligno ...

A versão real da boneca é bem menos sinistra do que no filme, já que o cabelo tingido de vermelho e o corpo de pano e pelúcia combinam bem mais com a suposta criação dela, por volta de 1968. 

De acordo com relatos, o brinquedo foi dado por uma mãe de presente de aniversário para a filha dela, uma enfermeira de 28 anos de idade. Donna (ou Deirde, dependendo da fonte), levou a boneca para seu apartamento que dividia com a colega Angie.

+++LEIA MAIS: É a volta dos mascarados? Clássicos do terror estão de volta na versão 2.0: Halloween, Pânico, Hellraiser e mais

Segundo Donna e Angie, com o tempo, a boneca passou a se mover sozinha de um cômodo para outro. Entretanto, as jovens só decidiram procurar por um médium quando o namorado de Angie, chamado Lou, escutou barulhos vindos do quarto de Donna, e quando chegou ao local, se deparou com Annabelle deitada de bruços no chão.

Logo em seguida, o rapaz teria sentido fortes dores em seu peito e, ao olhar para baixo, viu marcas de garras ensanguentadas em seu corpo, o que representava a marca da besta. Além disso, a boneca aparecia com anotações de 'me ajude' escritas a mão no chão perto dela.

+++ LEIA MAIS: Conheça o estúdio que revoluciona o cinema de terror moderno com A Bruxa, Midsommar e Hereditário

A partir disso, Donna e Angie realizaram uma sessão espírita com um médium, que alegou que a boneca era habitada pelo espírito de uma criança chamada Annabelle, cujo cadáver havia sido encontrado no local onde o prédio foi construído.

+++ LEIA MAIS: 40 anos de O Iluminado: como o filme influenciou todo o gênero de terror nos cinemas [ANÁLISE] 

Comovidas com a situação, as jovens permitiram que o espírito ocupasse permanentemente o corpo da boneca, o que foi considerado um erro fatal para os demonologistas Ed e Lorraine Warren, que foram chamados para resolver o caso.

Segundo o casal, uma força demoníaca habitava o corpo da boneca, em busca de um hospedeiro humano. Em seguida, realizaram um exorcismo no brinquedo e o tomaram como posse, aprisionando a boneca numa caixa de vidro com símbolos de proteção e crucifixos ao redor dela.


Robert

Robert The Doll: A Frightening Friendship Between A Child And His Toy

Robert é bem mais antigo que Annabelle, tendo sido fabricado pela empresa alemã Steiff Company em 1904 e foi dado como presente ao garoto Robert Eugene Otto. O menino adorou o brinquedo, vestindo ele com roupas de marinheiro e ficou inseparável dele.

Com o passar do tempo, a relação entre ambos começou a ficar muito estranha. O garoto passava horas conversando com o brinquedo, até que seus pais começaram a ouvir duas vozes distintas. Depois, o boneco ganhou uma cama e um lugar à mesa. 

+++ LEIA MAIS: A Evolução do Estereótipo das Mulheres nos Filmes de Terror, de Psicose a O Homem Invisível

Às vezes, Eugene acordava no meio da noite aos gritos, e quando seus pais chegavam no quarto se deparavam com objetos no chão. Em todas as ocasiões, o garoto culpou Robert. 

Após a morte de seus pais, Eugene, já adulto e casado, herdou o casarão, onde construiu uma família ao lado de sua esposa Annette Parker. Robert foi guardado em um dos quartos da casa. Em 1974, Eugene veio a falecer logo após a morte de Annette, e a residência foi vendida para MyrtleReuter.

+++ LEIA MAIS: Pânico 5? Clássico do terror precisa de mais uma continuação? Spoiler: não

Segundo Reuter, Robert assombrou ela e a filha por anos, até que elas doaram o boneco a um museu. Visitado até hoje, o brinquedo recebe diversas cartas de pessoas pedindo que ele remova as maldições que colocou nelas e o museu exige que o público peça permissão ao boneco para fotografá-lo.


+++ DECLACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'